WEG registra alta de 49,9% no lucro líquido do trimestre, com R$ 1,368 bilhão

Foto: Arquivo OCP News

Por: Pedro Leal

19/07/2023 - 07:07 - Atualizada em: 19/07/2023 - 07:58

A WEG (WEGE3) registrou um lucro líquido de R$ 1,368 bilhão no segundo trimestre de 2023 (2T23) – o resultado é 49,9% superior ao reportado no mesmo intervalo de 2022. Os números foram informados na manhã desta quarta-feira (19).

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) totalizou R$ 1,833 bilhão no 2T23, um crescimento de 45,9% em relação ao 2T22.

A margem Ebitda (Ebitda sobre receita) atingiu 22,4% entre abril e junho deste ano, alta de 4,9 pontos percentuais (p.p.) frente a margem registrada em 2T22.

A receita líquida somou R$ 8,171 bilhões no segundo trimestre deste ano, crescimento de 13,7% na comparação com igual etapa de 2022.

Por sua vez, o retorno sobre o capital investido (ROIC) atingiu 34,4% no 2T23, crescimento de 7,5 pontos percentuais em relação ao 2T22.

Os dispêndios nas atividades de pesquisa, desenvolvimento e inovação totalizaram R$ 427,7 milhões, representando 2,7% da receita operacional líquida acumulada em 2023.

Em nota em conjunto com a divulgação dos resultados, a empresa destacou a boa performance:

Mensagem da Administração

Apresentamos crescimento de receita consistente nesse trimestre, reflexo do bom desempenho dos negócios de ciclo longo, aliado a boa demanda por nossos produtos e serviços nas principais regiões onde atuamos, contribuindo para um trimestre de crescimento das margens operacionais.

No Brasil, mantivemos o desempenho positivo, com continuidade na boa demanda por equipamentos industriais em segmentos relevantes como óleo & gás, papel & celulose e mineração. Destaque para os equipamentos de ciclo longo, com bom desempenho na área de Geração, Transmissão e Distribuição de Energia (GTD), especialmente em transmissão & distribuição (T&D), apesar do menor nível de receita no negócio de geração solar distribuída, quando comparado com o mesmo período no ano passado.

No mercado externo, destacamos o bom desempenho da área de GTD, onde os negócios de T&D na América do Norte continuaram a apresentar evolução importante neste trimestre. Apresentamos bons resultados nos demais mercados de atuação, com destaque para os segmentos de mineração e óleo & gás na área de Equipamentos
Eletroeletrônicos Industriais.

O controle da necessidade de capital de giro, aliado a acomodação dos custos de materiais, mix de produtos e melhora no desempenho das operações no exterior, contribuíram para o crescimento do retorno sobre o capital investido. Seguimos confiantes em nossa estratégia, onde a diversificação de produtos e soluções, juntamente
com nossa presença global, possibilita aproveitarmos as oportunidades presentes em nossos mercados de atuação.

Buscamos estar sempre atentos a riscos e incertezas do mercado, e acreditamos que nossa visão de longo prazo, flexibilidade financeira e constante busca de eficiência operacional contribuem com o crescimento contínuo e sustentável da Companhia.