Foto Divulgação/WEG
Foto Divulgação/WEG

Um grupo de 40 grandes empresas nacionais - entre elas a WEG - lançou um manifesto pedindo a manutenção de empregos como uma responsabilidade social das empresas durante o período crítico da pandemia do coronavírus Covid-19.

Segundo o manifesto #NãoDemita, "chegou a hora de reconhecer que precisamos todos uns dos outros e que as empresas têm uma responsabilidade social de retribuir à sociedade o que ela proporciona à empresa".

Portanto, seria uma violação desta responsabilidade realizar demissões em massa neste período.

"Esta é uma convocação de empresário para empresário", diz o manifesto assinado por 40 grandes empresas que lançam o movimento.

Foto Divulgação

Dentre as companhias que endossam o apelo, estão varejistas como o Grupo Pão de Açúcar e o Magazine Luiza, grandes bancos, fabricantes de alimentos e empresas de tecnologia saúde e investimentos.

"A primeira responsabilidade social de uma companhia é retribuir à sociedade o que ela proporciona a você - começando pelas pessoas que dedicam suas vidas, todo dia, ao sucesso do seu negócio. É por isso que nossa maior responsabilidade, agora, é manter nosso quadro de funcionários", diz o documento publicado no site da campanha.

Crise com data para terminar

O manifesto também pede para que as empresas ajudem pequenos empreendedores, comerciantes e prestadores de serviços a se sustentar durante este período.

"Se você tiver força financeira, ajude as pessoas que moram nas nossas comunidades a terem condições de sobrevivência. Essas pessoas também são empreendedoras. Elas também ajudam a levar o nosso país para frente, mas agora não podem sair de casa para lutar pela sobrevivência", clama o movimento.

O manifesto pede também para que o empresário que já está financeiramente prejudicado pela pandemia que reconsidere o corte de pessoal e mantenha em mente as ofertas de crédito emergencial no período.

"Desligar gera um custo imediato, muitas vezes maior que dois meses de salários, e há linhas de crédito e outras soluções que estão sendo criadas todos os dias para ajudar as empresas a atravessar a tempestade. Naturalmente, esse apelo é pelas não demissões em massa, não envolvendo casos de justa causa, mal desempenho, ou mesmo de taxa de rotação normal de cada empresa", aconselha.

Empresários de todos os setores e dimensões podem assinar o manifesto e se juntar ao movimento.

Visite o site da campanha.

Você também pode acompanhar as ações do movimento no Instagram e no Twitter.

Veja as empresas participantes até o momento

  • Accenture
  • Alpagartas
  • Ânima Educação
  • Atmo Educação
  • BR Distribuidora
  • BR Partners
  • BRF
  • BTG Pactual
  • Banco Inter
  • Bradesco
  • CI&T
  • Camil
  • Cosan
  • Cyrela
  • Dasa
  • Grupo Pão de Açúcar
  • Itaú Unibanco
  • J. Macêdo
  • JBS
  • Log Commercial Properties
  • Lojas Renner
  • MRV Engenharia
  • Magazine Luiza
  • Microsoft
  • Natura
  • O Boticário
  • PWC
  • Porto Seguro
  • Rede D´Or
  • Rodobens
  • SEB
  • Salesforce
  • Santander
  • Sapore
  • Stefanini
  • Suzano
  • UNIPAR
  • Vivo
  • WEG
  • XP Investimento

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul