A WEG anunciou nesta semana o início das operações da sua nova fábrica de transformadores nos Estados Unidos. Localizada na cidade de Washington, Estado do Missouri, onde a empresa já possui outras duas unidades operando desde 2017, a nova fábrica recebeu investimentos de 17 milhões de dólares e será dedicada à produção de transformadores de potência até 10 MVA e tensão até 46 kV.

É a quinta fábrica de Transformadores da empresa no continente Norte-Americano.

Segundo Carlos Diether Prinz, Diretor Superintendente da WEG T&D, a nova fábrica faz parte da estratégia da Companhia em expandir sua capacidade de produção para atender o mercado industrial Norte Americano.

“Com essa nova estrutura conseguiremos inserir a WEG no mercado de transformadores denominados Large Step-Up/Down Pad-Mounted Transformers, Secondary Unit Sub-Station Transformers e Small Power Transformers, com foco em clientes industriais, e incrementar, de forma substancial, nossa capacidade de produção de transformadores absorvidos pelas tradicionais concessionárias de energia elétrica e pelos parques de geração de energia elétrica através de fontes renováveis, como eólica e solar”, explica o executivo.

Equipada com máquinas de última geração e modernos processos e sistemas de movimentação, a nova unidade fabril conta com 14.700 m² de área construída, em um terreno de 54.400 m².

A WEG possui outras quatro fábricas de transformadores na América do Norte, sendo duas nos Estados Unidos e duas no México. Ao todo a companhia emprega 1.290 pessoas nestas cinco operações dedicadas ao segmento de transmissão e distribuição de energia na região.

“Nossas fábricas estão geograficamente posicionadas de forma estratégica, o que nos permite oferecer uma ampla gama de transformadores até 500 MVA – 550 kV não só para o mercado Norte Americano, mas também para a América Central”, acrescenta Prinz.

A companhia atende os demais mercados estratégicos de T&D a partir de outras sete unidades fabris posicionadas no Brasil, na Colômbia e na África do Sul.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp