A WEG (WEGE3) registrou lucro líquido de R$ 943,9 milhões no primeiro trimestre de 2022 (1T22), o que representa um crescimento de 23,5% em relação ao mesmo trimestre de 2021.

Segundo a companhia, o bom desempenho de vendas nas principais linhas de negócios da empresa impulsionou os resultados do primeiro trimestre deste ano e demonstra a eficiência do posicionamento estratégico da empresa.

O lucro líquido também reflete os impactos do reconhecimento dos créditos tributários referentes a exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e COFINS.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado cresceu 21,3% no 1T22, totalizando R$ 1,232 bilhão.

A margem Ebitda (Ebitda sobre receita líquida) ajustada atingiu 18,1% no período, baixa de 1,9 p.p. frente a margem registrada em 4T20.

A receita líquida somou R$ 6,828 bilhões entre janeiro e março deste ano, alta de 34,5% na comparação com igual etapa de 2021.

Segundo a empresa, a receita teve crescimento impulsionado pela demanda por fontes de geração de energia renovável, assim como o crescimento industrial no Brasil.

No mercado externo, a atividade industrial continua aquecida, principalmente nas vendas de equipamentos industriais para segmentos como óleo & gás, mineração e papel & celulose.

O retorno sobre o capital investido atingiu 29,7% no primeiro trimestre de 2022, um aumento de 1,5 ponto percentual em relação ao mesmo trimestre de 2021.

A margem bruta foi de 27,8% no primeiro trimestre de 2022, recuo de 4,1 p.p. na comparação com igual etapa de 2021.

O aumento nos custos de matéria prima foi apontado como a causa da queda da margem bruta.

As despesas de vendas, gerais e administrativas somaram R$ 692,8 milhões no primeiro trimestre de 2022, um aumento de 13,7% sobre a mesma etapa de 2021.

A empresa registrou consumo de caixa de R$ 136,9 milhões nos três primeiros meses deste ano, refletindo a maior necessidade de capital de giro no período.

O caixa líquido da companhia ficou em R$ 307 milhões no final de março de 2022. O montante representa uma redução de 88,7% em relação ao mesmo período de 2021.