A WEG distribuiu na última quarta-feira (15) cerca de R$ 63 milhões por meio do programa de participação nos lucros aos cerca de 19 mil funcionários do país.

A empresa não tem o valor exato pago aos funcionários de Jaraguá do Sul e região, mas são mais de 15 mil colaboradores que representam cerca de 79% desse total.

De acordo com o diretor de RH e Relações Institucionais da WEG, Hilton José da Veiga Faria, o pagamento é uma antecipação dos lucros referentes ao primeiro semestre do ano e representa um crescimento de 6% em relação ao mesmo período do ano passado.

A decisão por adiantar esse valor, que pode chegar em média a 90% do salário individual de cada colaborador das empresas WEG no Brasil, foi uma forma de valorizar o trabalho executado nas fábricas.

Valor pode chegar em média a 90% do salário individual de cada colaborador | Foto Eduardo Montecino/OCP News

“A economia vem passando momentos difíceis dado incertezas como o período que vivemos. Neste contexto, é extremamente necessário nos ajustarmos a realidade do mercado. Nossos colaboradores não mediram esforços para manter a WEG na rota do crescimento. Nosso time tem trabalhado fortemente, conseguindo resultados cada vez mais consistentes”, destaca Faria.

Divisão acontece há 27 anos

A empresa foi uma das empresas pioneiras no Brasil a implantar essa política, com o Programa WEG de Participação nos Lucros (PWQP), criado em 1991. O programa estabelece metas de desempenho para a o Grupo WEG, para cada unidade de negócios e para cada departamento.

A base para distribuição de até 12,5% do lucro líquido da companhia, é em função do desempenho e resultados atingido em cada uma das metas.

“Estamos numa crescente e sabemos do empenho individual de cada colaborador na busca do objetivo comum. Dividir parte dos lucros com a equipe de colaboradores é reconhecer esse esforço coletivo, mantendo o time jogando bem”, ressalta Faria, ressaltando que o mercado exige ainda mais atenção no segundo semestre.

Quer receber as notícias no WhatsApp?