A plataforma de investimentos Warren começa o ano com grandes novidades, anunciando mais uma aquisição, dessa vez 100% focada em tecnologia. Trata-se de um acordo – conhecido no exterior como “acqui-hiring” – para adquirir a equipe de projetos da Box TI, empresa catarinense que, desde 2016, entrega projetos de alta complexidade a diversos players do mercado.

Dessa forma, a Warren contará com mais 30 desenvolvedores em sua equipe. Segundo o sócio-fundador e Chief Technology Officer da Warren, André Gusmão, a expectativa é de ter um time em torno de 200 a 250 colaboradores em Santa Catarina que, para ele, será o próximo polo de tecnologia da região.

“O Brasil possui muitos polos relevantes, mas sem muita visibilidade. Conseguimos ver novos centros se formando e queremos estar presentes. Joinville e Blumenau, por exemplo, provavelmente serão alguns desses centros”, acredita.

O empresário lembra que o ambiente de tecnologia é um mercado distinto, descentralizado, e que vê a emergência de novos polos de desenvolvimento longe dos grandes centros - o que se demonstrou ainda mais importante durante a pandemia, facilitando um trabalho 100% remoto, o que por sua vez ampliou a diversidade de pensamento dentro da equipe ao permitir contratações por todo o país.

Sócio da Box TI, Andrey Lefkum explica que a aquisição pela Warren é a culminação da trajetória de seis anos da empresa, que passou a focar no desenolvimento de pessoas em 2018, com atenção na demanda crescente por equipes de TI e de desenvolvimento de Software, uma das áreas de maior crescimento nos últimos anos.

De acordo com Gusmão, o movimento deve acelerar a entrega de novos produtos e funcionalidades a fim de oferecer uma experiência cada vez mais inovadora ao cliente.

“O comprometimento, a cultura alinhada com a nossa e a velocidade de entrega foram os grandes diferenciais que nos levaram à escolha pela Box TI”, declara Gusmão.

Ele frisa que esta é a primeira aquisição da Warren com um foco direto em tecnologia - antes, a prioridade era o foco em negócios - e que deve ajudar os clientes a alcançar seus objetivos com mais facilidade.

Além de Santa Catarina, outras regiões também estão no radar da Warren para novos projetos de expansão, o que deve ficar ainda mais viável com a chegada da Box TI. A empresa está olhando para oportunidades em tecnologia na região Sudeste, para fora de São Paulo capital, e no Nordeste. A novidade ainda deve auxiliar a empresa na formação de profissionais de tecnologia, a fim de contornar a dificuldade do mercado em encontrar mão-de-obra qualificada.

“Por mais que nosso produto seja bom, entendemos que, no fim das contas, quem faz isso são as pessoas. Acreditamos muito na formação delas, o que está diretamente ligado ao desafio de pouca mão-de-obra na área”, afirma André Eberhardt, Diretor de Engenharia da Warren.

Nesta esfera, a Warren está preparando um projeto social de educação com foco na formação de desenvolvedores. A ação consistirá na aproximação de jovens de baixa renda, estudantes de escolas públicas de Ensino Médio, com objetivo de apresentar uma nova opção de profissão a quem tiver interesse.