Com a taxa de juros mantida em mínima histórica - e com tendência de queda - economizar e investir deve ficar ainda mais difícil. A avaliação é do economista Pedro Paulo Silveira, em entrevista exclusiva para o Canal 1 Bilhão, no Youtube.

“Tanto a taxa Selic quanto as taxas mais longas irão cair após a reforma da previdência. O que nós observamos analisando as taxas de juros de outros países é que elas não voltam para os patamares altos tão cedo, então a expectativa é que ela permaneça baixa”, diz.

Atualmente, a taxa está em 6,5% - mas a projeção do Banco Central é de que termine o ano em 5,5%.

Silveira também ressaltou que “quem aplica seu dinheiro no tesouro direto hoje, com cenário econômico de juros altos, e está reclamando, precisa saber que agora vai ganhar menos dinheiro se continuar aplicando o dinheiro em investimentos de baixo risco”.

Assista ao vídeo

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito: 

WhatsApp  

Telegram  

Facebook Messenger