Mantendo a trajetória de crescimento observada nos últimos meses, o mercado automotivo de Santa Catarina registrou crescimento de 16,3% nas vendas de veículos novos em novembro, na comparação com o ano passado. É o que indicam os números divulgados esta semana pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores de Santa Catarina (Fenabrave-SC). O cenário se repete na microrregião, onde a comercialização de veículos novos avançou pelo sétimo mês consecutivo, alcançando incremento de 29% em novembro. Dados do mercado local mostram que foram emplacados 364 veículos novos nos cinco municípios da microrregião em novembro, um aumento de 82 veículos frente ao desempenho do ano passado. Entre fevereiro e novembro, a microrregião acumula um volume de 3.246 veículos emplacados, o que representa um avanço de 14,1% frente ao mesmo período de 2016, quando foram emplacados 2.843 veículos. Os dados foram repassados pelo Núcleo de Concessionárias da Associação Empresarial de Jaraguá do Sul (Acijs). O desempenho do setor é encarado com alívio pelos fabricantes e comerciantes catarinenses, que precisaram lidar com quedas expressivas nas vendas dos últimos dois anos. Em novembro de 2016, por exemplo, o setor registrava diminuição de 7,8% nas vendas do estado, enquanto em novembro de 2015 a retração chegou a atingir os 37,1%. Se levado em conta o desempenho acumulado entre janeiro e dezembro do ano passado, a queda no volume de vendas foi de 19,4% no mercado catarinense. Este ano, a exemplo do observado na região, o cenário começou a mudar no estado de forma efetiva a partir de maio, depois de meses de instabilidade. No quinto mês do ano, o setor conseguiu avançar 11,5% nas vendas de veículos novos, mantendo esta faixa de crescimento até outubro, quando o incremento nas vendas alcançou os 28,4%, na comparação com o ano anterior. Em novembro, o crescimento de 16,3% representou um total de 14.437 unidades comercializadas no estado, 2.025 unidades a mais do que em novembro de 2016. O número leva em conta as vendas de automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários, entre outros. No acumulado entre janeiro e novembro, a alta de todos os segmentos somados foi de 8,69%, chegando a 140.203 unidades. Para o presidente em exercício da Fenabrave-SC, Júlio Schroeder, os números confirmam as expectativas de retomada do crescimento ainda em 2017, mantendo as projeções para o próximo ano positivas. Segundo ele, os fatores que mais influenciam no desempenho do setor automotivo são os índices de confiança do consumidor e a queda contínua na inadimplência, que estimulou os brasileiros a retomarem o sonho do veículo novo. Além disso, o aumento na oferta de crédito também é determinante para a efetivação das compras.