A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) disponibilizou, a partir desta segunda-feira (3), em seu portal na internet, o “Painel Cobertura Móvel”. A nova ferramenta apresenta em mapas interativos a distribuição da cobertura do sinal da telefonia móvel no Brasil.

O Painel permite ao consumidor pesquisar a cobertura das operadoras móveis em seu município. Assim, a partir de mapas com as manchas de cobertura, o consumidor pode verificar a existência de sinal 3G ou 4G da prestadora móvel na sua residência, nas ruas por onde circula, no trabalho e na faculdade, por exemplo.

A ferramenta é útil para consultar a cobertura em todas as regiões do País. Capitais e demais regiões metropolitanas têm um maior percentual coberto pela telefonia e banda larga móvel em relação ao interior, mas ainda assim podem possuir áreas não atendidas.

Quanto mais azul, maior a cobertura entre todas as operadoras. As áreas ao norte e ao sudoeste, em vermelho, são as que têm pior cobertura.

Em Jaraguá do Sul, a cobertura de telefonia móvel abrange 51,69% da área do município, e 94,63% dos moradores, segundo os dados da agência reguladora.

A cobertura é mais forte por parte da Claro, abrangendo 37,36% do município. Em seguida vem a TIM, cobrindo 34,97% do território, e a VIVO, com 34,15%.

Com o Painel Cobertura Móvel, as instituições de pesquisa e órgãos públicos podem realizar estudos e propor políticas públicas voltadas à expansão da banda larga móvel e das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) com um conjunto de dados mais robusto, que inclusive diferencia áreas urbanas das rurais.

Segundo a Anatel, todos os municípios brasileiros possuem acesso à telefonia móvel, o que não significa que suas áreas urbanas são totalmente cobertas, e 91,2% possuem sinal 3G ou 4G. E, na malha rodoviária pavimentada de jurisdição feral, 46% da extensão tem sinal 3G ou 4G.