A abertura da primeira filial no exterior, em 2019, oficializou o processo de internacionalização da Bold. Atualmente, a empresa está se consolidando na Colômbia, com duas unidades em funcionamento no país. Há três meses, também foi inaugurado um centro de negócios na Ásia, localizado em Hong Kong.

Com esse movimento estratégico, a Bold busca ampliar as transações ao nível global, além da América do Sul, América Central e América do Norte, onde o grupo já começou a atuar.

Neste ano, conforme o gestor de Negócios Internacionais, Gledison Flores, o objetivo é expandir a presença em países da América Central e do Norte, que contam com um grande mercado para comercialização de acrílico. De acordo com o gestor, também faz parte do posicionamento da Bold operar com distribuidores e agentes (representantes) em outros países, que completam a estratégia de exportação junto às unidades instaladas.

“Com esses três pilares, estamos nos estabelecendo no mercado global e já conseguimos vender nossos produtos pelo Brasil, Colômbia e Ásia”, aponta. O gestor ainda enfatiza que a tecnologia e o know-how da marca são capazes de atender às mais diversificadas demandas do mercado.

Neste sentido, a nova estrutura na Ásia representa um dos passos mais importantes da história da empresa e demonstra o momento de crescimento que vive o grupo. A unidade, segundo ele, irá ampliar a competitividade da Bold em transações internacionais, possibilitando a exportação de um leque variado de produtos para diferentes países e continentes, e também melhorar o atendimento aos clientes.

Conforme projeção, o processo de internacionalização visa representar 30% do faturamento anual da empresa em alguns anos. “Esse movimento está alinhado com os valores da Bold, que tem como característica o crescimento rápido e sustentável e a inspiração pelo mundo e pelas pessoas”, declara.