Apesar da pandemia, ainda há muitos brasileiros que seguem confiantes e firmes em seus planos de viagem para o fim de ano.

Estes não se deixam abalar pela situação excepcional de 2020, afirma o agente de viagens Killian Sohn Neto, da Cosmos Turismo, focando primariamente em destinos nacionais no nordeste e países caribenhos, onde há maior abertura para turistas brasileiros.

Alguns destinos ainda têm restrições para viajantes brasileiros, como exigência de quarentena e testes negativos de covid-19.

Outros, como vários dos países europeus, ainda estão vetando a entrada de turistas brasileiros por conta do número de casos no país.

"É sempre importante consultar sua agência de turismo para evitar perrengues durante a viagem e ter tudo preparado para lidar com as exigências", frisa.

Os aeroportos mantém protocolos de segurança contra a Covid-19, com maior rigor nos embarques e desembarques, assim como exigência de chegada antecipada.

Os hotéis e linhas aéreas também têm aplicado novos padrões de higiene, evitando contato e redobrando higienização de materiais. Além disso, há a obrigatoriedade de uso de máscara.

Novos cuidados

"Esses protocolos de saúde devem ficar mesmo no pós-covid. Algumas coisas vêm para o positivo e outras para permanência", afirma o agente, comparando com os protocolos de segurança que foram aplicados imediatamente após os atentados de 11 de setembro de 2001, que permaneceram mesmo com o esfriamento da chamada "guerra ao terror", ressalta.

Uma destas questões que deve permanecer por um bom tempo é o uso de máscara, muito como ocorre em vários países asiáticos, onde viraram parte da rotina.

Os destinos de natureza tem tido aumento na procura com o clima atual, para evitar os agitos de destinos mais urbanizados. Esses destinos, como Jalapão, Bonito e Fernando de Noronha exigem agendamento de passeios.

A pandemia diminuiu a procura por destinos mais movimentados para o fim do ano, como festivais, shoppings, feiras e grandes centros turísticos, afirma Neto, com maior procura por programas onde se evitem aglomerações e multidões.

Os avanços no desenvolvimento das vacinas contra a Covid-19 tem trazido boas expectativas para o setor turístico, reduzindo os temores de contaminação.

Várias das vacinas em teste estão entrando em estágio três de testes clínicos e se preparando para o grande público. Ainda assim, o novo padrão de higiene deve se manter.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul