Os recursos oriundos de transferências constitucionais para Jaraguá do Sul cresceram 0,9% nos primeiros oito meses do ano, segundo dados do Portal de Transferências da Federação Catarinense dos Municípios (Fecam).

Até o dia 30 de agosto, o município recebeu em transferências, um total de R$ 217,836 milhões, contra R$ 215,888 no mesmo período de 2018.

Os três principais recursos recebidos pelo município - as transferências do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) registraram altas expressivas no período.

Respondendo por 47,7% das transferências e somando R$ 103,898 milhões, o ICMS registra um crescimento de 10,1% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando somava R$ 94,136 milhões.

O mês de agosto isoladamente registra uma alta de 5,7% em comparação com o mesmo mês do ano passado, o segundo pior resultado comparativo após julho, com alta de 1,8%.

Arte Studio OCP

Com resultado parcial de agosto, divulgado pela Secretaria do Tesouro Nacional, o Fundeb acumula uma alta de 7,6% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Ainda sem os dados finalizados de agosto, o recurso soma R$ 61,376 milhões, contra R$ 57,04 milhões no mesmo período de 2018. O recurso responde por aproximadamente 26% das transferências para o município.

Representando pouco mais de 21% dos recursos, o Fundo de Participação dos Municípios registra alta de 6,9% no período, somando R$ 46,477 milhões, contra R$ 43,475 no mesmo período do ano passado.

O mês de agosto isoladamente registra R$ 5,028 milhões, 7,3% a mais do que o registrado no mesmo mês do ano passado.

Outro recurso que registra alta expressiva é o salário educação, totalizando R$ 6,498 milhões, a transferência superou o total do mesmo período do ano passado em 4,5%, superando os R$ 6,218 milhões registrados de janeiro a agosto do ano passado em R$ do ano passado em R$ 280 mil.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger