O Tesouro Nacional anunciou nesta quinta-feira (21) a captação de recursos no exterior. Em nota, o Tesouro informou que será lançado o bônus da República denominado em dólares e com vencimento em 28 de maio de 2029, o Global 2029.

A operação será liderada pelo Bank of America Merrill Lynch, Bradesco e JP Morgan. O título será emitido no mercado global e o resultado ainda será divulgado.

A última vez que o governo brasileiro captou recursos no exterior através da emissão de papéis da dívida externa foi em janeiro de 2018. Na ocasião foram captados US$ 1,5 bilhão em títulos com vencimento em 2047. A taxa de juros paga aos investidores ficou em 5,6% ao ano. Atualmente, a dívida externa do país é de R$ 138,81 bilhões.

Por meio do lançamento de títulos da dívida externa, o governo pega dinheiro emprestado dos investidores internacionais com o compromisso de devolver os recursos com juros.

Os recursos captados no exterior são incorporados às reservas internacionais do país. De acordo com o Tesouro Nacional, as emissões de títulos no exterior não têm como objetivo principal reforçar as divisas do país, mas fornecer um referencial para empresas brasileiras que pretendem captar recursos no mercado financeiro internacional.

Quer receber as notícias no WhatsApp?