O presidente do Sindilojas de Florianópolis e Região, o empresário Paulino de Melo Wagner aprovou as medidas de redução da multa do Fundo de Garantia sobre Tempo de Serviço (FGTS) propostas pelo governo federal.

Segundo ele, a desoneração dos custos para o empresário é sempre bem-vinda, especialmente quando isso pode significar aumento de emprego.

“Os 40% de multa são um entrave e forte inibidor na criação de postos de trabalho. Sem dúvida, quanto menores os custos, maior incentivo à criação de vagas, contribuindo para a diminuição da massa desempregada, alavancando, assim, a economia. Essa alteração deveria ser geral e valer para todas as idades e circunstâncias”, ressalta.

A proposta do governo é de reduzir de 40% para 20% a multa sobre o FGTS em caso de demissão sem justa causa nos casos de contratos do “Trabalho Verde e Amarelo”.

A mudança vai valer para jovens com idade entre 18 e 29 anos no primeiro emprego e para pessoas com mais de 55 anos, e terá limite de remuneração de 1,5 salário mínimo.