Não é de hoje que o comércio ilegal de óculos de grau e sol interfere no faturamento da indústria óptica, por isso as empresas investem em tecnologia e marketing para que o consumidor seja consciente sobre o quanto é importante escolher um produto legal e com a qualidade necessária para os problemas de visão.

No entanto, o comportamento e a moda interferem diretamente nessa conta, por isso o Sindióptica recomenda que o consumidor faça muita pesquisa sobre marcas, produtos e serviços antes de fazer uma escolha.

E, ainda que os dados de 2017 da Abióptica (Associação Brasileira das Indústrias Óptica) apontam um crescimento de 7,4% no faturamento da indústria óptica em relação a 2016, a estimativa da Abiótica é o crescimento desse percentual em 2018.  Também segundo a entidade, 45% do faturamento do setor em 2016 foram de produtos ilegais. Assim, alertam que de um total de R$ 19,6 bilhões, cerca de R$ 9 bilhões foram faturados de forma ilegal em produtos falsificados.

Com relação ao padrão do consumidor ótico, um estudo desenvolvido pela Abiótica revelou que a classe B é a que mais consome no Brasil, com 50%.

Em segundo está a classe C, com 37%, a A, com 10,9%, e a D e E, com 2,1%. O mesmo estudo informou que o consumidor gasta em média com óculos solar R$ 348 e com o de grau R$ 296.

Você sabia?

Para a população de baixa existe também no Brasil o programa Ótica Cidadã. O programa concede óculos ao valor de R$ 60 para usuários do bolsa família, assalariados, aposentados e pensionistas com rendimento de até R$ 1.200.  Para se cadastrar o consumidor precisa ter um receituário, se cadastrar no site, imprimir um cupom e se dirigir à uma loja cadastrada e mais próxima de sua casa.

Sobre o Sindióptica

O Sindicato do Comércio Varejista de Material Óptico, Fotográfico e Cinematográfico do Estado de Santa Catarina é uma entidade de classe constituída para fins de estudo, coordenação, proteção e representação legal da categoria. Tem por objetivo promover o desenvolvimento do comércio óptico, fotográfico e cinematográfico através de ações integradas, na busca da modernidade do setor, auxiliando a categoria no seu relacionamento com os consumidores e a comunidade.

*Com informações de assessoria de imprensa

Quer receber as notícias no WhatsApp?