Médicos disponíveis 24 horas de forma remota fazem parte da solução desenvolvida pelo Sesi, entidade da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), para assegurar a atenção primária à saúde do trabalhador da indústria.

Conhecido como telemedicina, esse modelo garante um rápido atendimento ao paciente. A indústria pode adquirir serviços de teletriagem e teleconsulta. Enfermeiros, psicólogos e nutricionistas completam a equipe de atendimento.

“O SESI vem se transformando para oferecer ao setor industrial o que há de mais moderno em saúde no trabalho. Vem deixando o modelo baseado em estruturas físicas e migra para um serviço mais digital. Temos mais de 30 contratos com indústrias para oferecer a telemedicina e outros 160 em negociação”, frisa o diretor de educação e tecnologia da Fiesc, Fabrizio Machado Pereira.

Para ele, o modelo oferecido pelo Sesi viabiliza um atendimento ágil e seguro. “A telemedicina tem alto nível de resolutividade. Dos casos atendidos até aqui, 96% foram resolvidos no primeiro atendimento e apenas 3% demandaram especialistas. Além disso, reduz custos com saúde, considerando também o caráter preventivo e educacional do serviço”, pondera.

Médicos e enfermeiros atendem 24 horas por dia, sete dias na semana. Já as consultas com psicólogos e nutricionistas são de segunda a sexta-feira das 8h às 20h. A consulta é realizada por meio de videochamada e pode ocorrer de forma imediata ou com agendamento realizado por meio do site ou do aplicativo.