Estão abertas até o dia 5 de abril as inscrições para o programa Sebrae Delas Mulher de Negócios em Santa Catarina.

Voltado para o despertar e o fortalecimento da cultura empreendedora entre as mulheres, o programa será totalmente gratuito e online.

Os encontros serão quinzenais e incluirão mentorias coletivas, workshops de conteúdos, eventos e networking.

As inscrições para o programa Sebrae Delas Mulher de Negócios podem ser feitas gratuitamente até o dia 5 de abril neste link.

O Sebrae Delas terá duas vertentes: uma para mulheres que ainda não possuem negócio, mas têm o desejo de empreender; outra para empresárias que já têm seus empreendimentos legalizados.

O objetivo maior é promover o desenvolvimento de negócios liderados por mulheres, estimulando a empreendedora e oferecendo conhecimento, ferramentas e incentivo à autonomia para tomada de decisões.

O Sebrae Delas Mulher de Negócios foi criado em 2019 e, desde então, já atendeu diretamente mais de 850 mulheres empreendedoras.

Já gerou resultados significativos para Santa Catarina como o aumento de 24% no faturamento inicial do negócio e incremento de 62% no desenvolvimento e inclusão de novos serviços e produtos.

Das participantes, 98% classificam a atuação do Sebrae como boa ou ótima e 87% recomendam a participação no programa.

Marcela Reis Felippi Ribeiro é empreendedora e participou do Sebrae Delas no ano passado.

Ela conta que é psicóloga de formação e empreender nunca foi um projeto de vida, mas acabou acontecendo após a maternidade.

“Em 2020 havia completado dois anos de empresa, mas não tinha certeza se a forma que estava gerenciando minha empresa estava certa. Até então era tudo feito por intuição, ajuda do marido, trocas com a sócia. Vi no Sebrae Delas a oportunidade de buscar conhecimento”, revela.

A empreendedora diz que ela e a sócia, que também participou do programa, ficaram satisfeitas em descobrir que estavam, sim, fazendo a coisa certa.

Mas, descobriram que ainda existia um universo de processos e possibilidades a serem exploradas. Um dos principais ganhos, segundo Marcela, foi a estruturação do processo de vendas.

“Como a empresa nasceu da procura dos clientes (quando ainda nem tinha empresa), seguíamos com este crescimento orgânico, não era necessária nenhuma ação de venda ativa. Mas no programa entendemos que não podíamos depender do cliente vir até nós, precisávamos de um processo ativo de venda. Nos estruturamos, inclusive, iniciamos 2021 com mais uma sócia, e os resultados têm sido ainda melhores”, comemora.