Litro da gasolina pode chegar a R$ 5 em Florianópolis. Com os aumentos diários repassados pela Petrobras, o consumidor é que vai pagar o preço. De acordo com o vice-presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Minerais de Florianópolis, Joel Fernandes, o Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias, ICMS, é o grande vilão na alta do preço. O vice-presidente do Sindópolis repassa, ainda, que a gasolina pura sai da Petrobras pelo preço de R$ 1,64 e chega nas distribuidoras a R$ 3,50 o litro. Nos postos é repassada a R$ 3,60 e o consumidor paga o preço final, com o acréscimo da margem de lucro.