Com um faturamento líquido de aproximadamente US$ 3,37 bilhões em 2020, a WEG supera o Produto Interno Bruto (PIB) de um total de 32 países, segundo dados do Fundo Monetário Internacional (FMI).

O valor leva em conta o faturamento de R$ 17,5 bilhões registrado no ano passado, com base na cotação final do dólar em 2020, que estava em R$ 5,189.

No ano passado, o lucro líquido da empresa somou R$ 2,34 bilhões.

Levado em conta apenas a receita líquida em dólares no mercado externo, de US$ 1.903.899, a WEG supera em suas ações no exterior o PIB de 23 países.

Estes países são pequenos, verdade - mas ainda assim são estados soberanos, superados na totalidade da sua economia pela empresa jaraguaense.

Confira os países:

  1. Libéria - 3,248
  2. Djibouti - 2,923
  3. Aruba - 2,822
  4. Timor-Leste - 2,746
  5. Lesoto - 2,713
  6. Butão - 2,582
  7. República Centro-Africana - 2,280
  8. Eritreia - 2,007
  9. Cabo Verde - 1,979
  10. Belize - 1,925
  11. Santa Lúcia - 1,922
  12. San Marino - 1,638
  13. Gâmbia - 1,625
  14. Antígua e Barbuda - 1,611
  15. Seychelles - 1,583
  16. Guiné-Bissau - 1,429
  17. Ilhas Salomão - 1,378
  18. Granada - 1,185
  19. Comores - 1,184
  20. São Cristóvão e Nevis - 980
  21. Vanuatu - 928
  22. Samoa - 862
  23. São Vicente e Granadinas - 811
  24. Domínica - 533
  25. Tonga - 488
  26. São Tomé e Príncipe - 423
  27. Estados Federados da Micronésia - 372
  28. Palau - 284
  29. Ilhas Marshall - 214
  30. Kiribati - 189
  31. Nauru - 112
  32. Tuvalu - 42