SC registra mais de 10 mil novas vagas de emprego em agosto

Foto: Mauricio Vieira/ Secom

Por: Pedro Leal

30/09/2022 - 09:09 - Atualizada em: 30/09/2022 - 12:36

Santa Catarina registrou o terceiro maior saldo do ano de vagas formais de emprego na economia, com 10.223 mil carteiras assinadas em agosto. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (29), pelo Ministério do Trabalho e Previdência. No mês, a indústria catarinense gerou 3.087 novos postos de trabalho.

Desse total, 1.086 foram criados pela construção civil. Na sequência, entre os segmentos que mais abriram vagas estão: alimentos e bebidas (990 vagas), têxtil e confecções (746 vagas), TIC-serviços (372 vagas), automotivo (281 vagas) e papel e celulose (252 vagas). Os dados foram analisados pelo Observatório Fiesc.

“Os resultados positivos da atividade econômica catarinense dos últimos meses confirmam o bom momento do mercado de trabalho. A indústria é um dos principais motores do estado e essa força contribui para impulsionar o desenvolvimento e a geração de emprego catarinense”, ressaltou o presidente da Fiesc, Mario Cezar de Aguiar.

“A cadeia produtiva de bens de capital se beneficia dessa dinâmica econômica de final de ano. No setor alimentício, podemos destacar a geração de empregos na atividade de fabricação de sorvetes e outros gelados comestíveis, que registrou variação relativa de 7,6% no estoque de empregos formais”, detalhou o economista do Observatório Fiesc, Vicente Heinen.

Os setores de confecção e produtos alimentícios continuam registrando os maiores saldos no acumulado do ano, impulsionados pelo aquecimento no consumo das famílias. Esses dados sinalizam o aumento da formalização no mercado de trabalho catarinense, que atualmente possui a maior taxa do país.