A pandemia da Covid-19 levou a uma queda de 35% na arrecadação estadual de ICMS de combustíveis em maio. São cerca de R$ 125 milhões a menos no caixa do Estado, comparando com o maio de 2019.

Os dados foram divulgados pelo Sindifisco SC – Sindicato dos Fiscais da Fazenda de Santa Catarina.

A arrecadação total de impostos de maio fechou em R$ 1,77 bilhão, de acordo com o Portal da Transparência. “A queda em relação ao mesmo período de 2019 é de 22%, a maior desde o início da pandemia”, avalia o presidente do Sindifisco SC, José Antônio Farenzena.

De acordo com ele, o resultado tem relação direta com a queda no setor de combustíveis e lubrificantes, que responde por 20% da arrecadação de ICMS do Estado de Santa Catarina.

Reflexo do isolamento

Para o auditor fiscal Gerson Xikota, do Grupo Especialista Setorial em Combustíveis (Gescol), a queda acentuada é reflexo das medidas de isolamento e quarentena.

“A população deixou de circular com seus veículos ou transporte urbano. Em todos os segmentos houve queda de movimento, com isso, o consumo de combustíveis foi afetado. Além disso, houve uma perceptível queda nos preços dos combustíveis ao consumidor”, explica.

No entanto, segundo Xikota, os preços já estão se equalizando diante dos aumentos de preços na refinaria.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp