Samae compra energia elétrica no livre mercado

Divulgação/Samae

Por: Pedro Leal

06/12/2023 - 09:12 - Atualizada em: 06/12/2023 - 09:29

O Samae de Jaraguá do Sul iniciou em maio deste ano, estudos visando a compra de energia elétrica no livre mercado. Os estudos realizados pela equipe técnica demonstraram potencial para viabilizar a geração de energia elétrica, para as maiores unidades consumidoras da autarquia que são: as estações de tratamento de água e de esgoto e as elevatórias.

Hoje estas unidades representam, aproximadamente, 70% do consumo total de energia elétrica. O processo licitatório já foi concluído, e teve como vencedora a empresa Bid Comercializadora de Energia Elétrica Ltda.

Segundo o diretor-presidente do Samae, Onésimo Sell, “o contrato com a empresa já foi assinado e o fornecimento de energia iniciará em fevereiro de 2024 e irá até dezembro de 2028. Na prática vamos diminuir os custos com energia, visto que a conta de energia elétrica aumenta todo ano além da inflação e, ao mesmo tempo, maximizar o desempenho das operações, aproveitando corretamente os recursos disponíveis. Outro benefício é que não estaremos mais sujeitos as bandeiras tarifárias. Com essa iniciativa, o consumo de energia incentivada será de 1,16 MW médios”.

A compra de energia no livre mercado oferece uma série de benefícios para empresas e consumidores que buscam uma alternativa para reduzir custos e ter mais controle sobre seu consumo.

Além de economia, a energia de fontes renováveis é sustentável, em comparação com fontes de energia convencionais, causando impacto mínimo ao meio ambiente. No ambiente de contratação livre, além da escolha da fonte de energia, os consumidores têm a liberdade de negociar outros detalhes contratuais como o preço da energia elétrica, o período de entrega, o prazo de pagamento, o volume de energia adquirida e a flexibilidade de contratação.