Em pronunciamento on-line, na tarde desta sexta-feira, o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, se mostrou favorável a abertura do comércio na próxima semana.

Porém com cautela em relação aos cuidados para evitar a propagação do coronavírus.

Ele ressaltou que, por uma questão jurídica, é obrigatório acatar o decreto do Governo do Estado, que ainda não sinalizou acerca da abertura, nem do comércio, como do transporte coletivo, creches e escolas.

Ainda nesta sexta, o governador Carlos Moisés deve anunciar novas medidas.

“Defendemos a abertura do comércio a partir de segunda-feira, obviamente com o isolamento social daqueles que estão no grupo de risco e, claro, com todas as medidas higiênicas necessárias”, disse.

O prefeito relatou ainda que máscaras estão sendo confeccionadas, em alta escala, em parceria com a Assistência Feminina de Assistência Social (Afasc).

“Vamos iniciar uma campanha para conscientização do uso de máscaras”, emendou.

A presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Criciúma, Andréa Gazola Salvalággio, que também esteve presente, reforçou a importância para a economia com a abertura do comércio.

Os lojistas deverão disponibilizar todos os meios necessários de higienização, como o álcool em gel, por exemplo.

“Não estamos medindo esforços para que volte à normalidade, obviamente com os cuidados pertinentes”, pontuou.

Salvaro ainda voltou a citar que medidas estão sendo tomadas no objetivo de não precisar demitir, nem atrasar o salário dos servidores.