O salário mínimo ideal para o mês de abril deste ano seria de R$ 6.754,33, de acordo com a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, elaborada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Econômicos (Dieese) e divulgada no começo deste mês.

Segundo os dados levantados pelo órgão, o valor necessário para manter uma família de quatro pessoas seria mais de cinco vezes superior ao nominal, de R$ 1.212. Isto com base nos cálculos de gasto com as despesas com saúde, moradia, transporte, educação, alimentação, higiene, lazer, vestuário e previdência.

De acordo com o Dieese, o valor da cesta básica em São Paulo custou R$ 803,99 em março de 2022. O levantamento sugere que o trabalhador paulista comprometeria 71% do salário com gastos básicos para sustentar uma família.

O salário mínimo ideal para o mês de março era de R$ 5.330,69. O levantamento sugere um aumento de R$ 1.423,64 para abril.

“Em abril de 2022, o salário mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria equivaler a R$ 6.754,33 ou 5,57 vezes o mínimo de R$ 1.212,00. Em março, o valor necessário era de R$ 6.394,76 ou 5,28 vezes o piso mínimo. Em abril de 2021, o valor do mínimo necessário deveria ter sido de R$ 5.330,69 ou 4,85 vezes o mínimo vigente na época, de R$ 1.100,00”, diz o Dieese em, nota.

O departamento declara que houve um aumento no valor da cesta básica em todas as capitais pesquisadas pelo segundo mês consecutivo. Os preços altos foram registrados em Campo Grande, Porto Alegre e Florianópolis.

Além disso, produtos como óleo de soja, pão francês e leite integral também registraram um aumento nas cidades pesquisadas.