Jaraguá do Sul já tem algumas prioridades estabelecidas para os recursos do Plano 1000, do Governo do Estado, segundo Antônio Carlos da Luz, Diretor de Gestão de Projetos e Captação de Recursos da Prefeitura de Jaraguá do Sul. A definição final dos recursos, no entanto, ainda está por vir.

O plano inicial é aplicar os recursos do Plano 1000 na área de infraestrutura, principalmente para resolver gargalos do trânsito, como abertura e revitalização de ruas e construção de pontes.

São em torno de R$ 180 milhões que devem ser aplicados em obras de infraestrutura do sistema viário e em obras que fomentem o desenvolvimento econômico, conforme diretriz do Secretário de Estado Paulo Eli.

Além dos custos das obras em si, também estão previstos custos elevados com desapropriações, que devem ser discutidos com o governo do estado.

"Executaremos obras para "aliviar" ou "minimizar" gargalos atuais do trânsito, como a implantação do binário dos bairrros Czerniewicz e Amizade, com a obra de extensão da rua 13 de maio desde o Centro, onde também será implantada uma ponte até a rua Augusto Schwarz", exemplifica da Luz.

Também está cogitada uma ponte na região da Barra do Rio Cerro, fazendo ligação do Bairro São Luis com a Barra.

Ele frisa que esses não são planos definitivos. "Ainda haverá uma reunião entre o município e o governo do Estado, com membros da Secretaria da Fazenda e da Casa Civil, para fechamento de questão dos projetos. Todos os estudos estão sendo feitos pelo Gabinete do Prefeito, com a Secretaria de Obras e com a Secretaria de Planejamento e do Urbanismo", explica.