A Secretaria Municipal em Defesa do Cidadão, por meio do Procon de Florianópolis, notificou na última segunda-feira (5) oito postos de combustíveis para prestar esclarecimentos com relação ao aumento de preço do Gás Natural Veicular (GNV). Agora os estabelecimentos têm 10 dias, a contar da data de recebimento, para responder às solicitações do Auto de Notificação.

Segundo o Secretário de Defesa do Cidadão, Gabriel Meurer, constantemente o consumidor denuncia as altas nos preços dos combustíveis nos postos de gasolina. E mesmo com os valores dos combustíveis sofrendo reajustes pela Petrobras, cabe ao Procon de Florianópolis fiscalizar se os postos estão repassando os preços corretos ao consumidor.

“Sabemos que o aumento do Gás Natural Veicular já era previsto, conforme divulgado pela Petrobrás, e o consumidor sofreria o impacto maior do preço do petróleo no mercado internacional, assim como vários outros segmentos de consumo. É por isso, que precisamos fiscalizar e nos certificar que os estabelecimentos não estão se aproveitando do momento para cobrar preços altamente abusivos dos consumidores”, explica Gabriel Meurer.

Caso o Procon de Florianópolis encontre irregularidades nos postos notificados para esclarecimentos, eles poderão ser autuados e sofrerão multa.

Confira a lista de postos de combustíveis, que são fornecedoras de Gás Natural Veicular:

  1. Posto Capoeiras Eireli, na rua Paralela Novo Horizonte, 3530 - Capoeiras;
  2. Angelo & Cia. Ltda, na Avenida Governador Ivo Silveira, 3664 - Capoeiras;
  3. Posto de Combustíveis Farol da Ilha Ltda, na rua Professora Sofia Quint de Souza, 349 - Capoeiras;
  4. Floripetro Comércio de Combustíveis Ltda, na Avenida Engenheiro Max de Souza, 1387 - Coqueiros;
  5. Jóia Combustíveis Ltda, na rua General Eurico Gaspar Dutra, 957 - Estreito;
  6. Angeloni & Cia Ltda, na Avenida Irineu Bornhausen, 5188 - Agronômica;
  7. Posto Rita Maria, na Avenida Paulo Fontes, 1136 – Centro;
  8. Posto Colonial, na Avenida Mauro Ramos, 2010 – Centro.

Denúncias e reclamações podem ser encaminhadas pelo site http://procon.pmf.sc.gov.br, no e-mail fiscalizacao.procon@pmf.sc.gov.br ou no telefone (48) 3131-5300.