O Procon Municipal de Florianópolis já começou as fiscalizações para coibir fraudes e propaganda enganosa durante a Black Friday, no dia 30 de novembro. Para tanto, os fiscais foram às ruas com uma relação de produtos da linha branca, eletroportáteis e eletrônicos, e visitaram 10 das principais redes de lojas da cidade.

Os preços serão relacionados e checados até a data da famosa promoção e a tabela será disponibilizada para o consumidor na página do órgão, no site da prefeitura municipal. Até a Black Friday, serão realizadas três pesquisas. A última será divulgada dois dias antes da promoção.

Caso haja aumento no valor dos produtos, as lojas deverão justificá-los. E se for constatada a fraude, por ferir o Código de Defesa do Consumidor, a empresa poderá ser autuada por propaganda enganosa, além de não cumprimento da oferta e aumento de preços sem justificativa.

Vale lembrar ainda que o consumidor que se sentir lesado ou constatar alguma oferta que não esteja sendo cumprida pode entrar em contato com o Procon Municipal por telefone, via redes sociais ou comparecer presencialmente com os documentos pessoais e outro que comprove a fraude, vale desde nota fiscal até uma imagem da oferta, para abrir um atendimento e fazer a reclamação.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?