O mês mais doce do ano está chegando: a Páscoa está marcada para o dia 4 de abril. Com isso, o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Criciúma realizou uma pesquisa de preço dos ovos de Páscoa e apontou uma variação média de 19,2% entre os itens.

O órgão municipal avaliou 47 ovos de chocolate, de 100g a 560g, em seis estabelecimentos do município. Além disso, os ovos também registraram um aumento de preço de mais de 20% em comparação com o ano passado.

Quatro itens registraram uma variação de preço de 31,9%, como o ovo de Páscoa de 300g, que custa R$ 37,90 em uma loja e R$ 49,99 em outro estabelecimento comercial.

"Também percebemos uma diferença de preço do ano passado para este ano. No ano passado, o preço do ovo Diamante Negro de 176g variou entre R$ 19,90 e R$ 24,90. Já esse ano, o menor valor está R$ 31,90 e maior valor R$ 39,90", explicou o coordenador do Procon, Gustavo Colle.

Conforme o coordenador, a pesquisa é fundamental para a economia familiar, mas deve ser feita em todas as datas comemorativas, não somente na Páscoa.

"Isso proporciona que o consumidor tenha acesso as melhores informações, que seja mais prático e mais rápido, e no final da compra, ele economize consideravelmente. Não apenas verificar na pesquisa do Procon, mas que ele faça a sua própria pesquisa. Com o uso da internet o consumidor saberá onde é mais barato", completou.

O Procon de Criciúma funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 18h, na rua Henrique Lage, 267, no Centro. Esclarecimentos e denúncias podem ser realizadas através do telefone (48) 3445-8522 ou pelo 151.

Mais informações também podem ser obtidas no site procon.criciuma.sc.gov.br.