Com ações realizadas em postos de combustíveis durante todo o mês de abril para conter o preço abusivo praticado pelos estabelecimentos, o Procon da prefeitura de Florianópolis conseguiu que a redução dos valores fosse efetuada.

Há cerca de um mês, a Capital catarinense era considerada a cidade com o valor mais alto de combustível no Estado, com uma média de preço de R$4,28. O Procon chegou a encontrar locais cobrando até R$4,59. Após todas as fiscalizações realizadas, a cidade atingiu uma média de preço de R$3,74, com uma redução de 54 centavos da média anterior.

Agora, alguns estabelecimentos chegam a um preço ainda menor, cobrando R$3,58 o litro de combustível.

Rodrigo Cássio, gerente de fiscalização do Procon da Prefeitura de Florianópolis, afirma que a expectativa é que o valor mais baixo encontrado depois da série de fiscalizações realizadas, de R$3,58, é o que o Procon busca encontrar mais nas próximas ações, já que a tendência é que ainda haja uma diminuição do valor médio aplicado pelos postos da Capital.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp