Postos de gasolina de algumas regiões de Santa Catarina registram falta de combustíveis nesta quinta-feira (8), devido ao rompimento de uma tubulação da Petrobras que abastece a distribuidora localizada em Itajaí, onde postos da faixa litorânea do Estado adquirem os produtos.

O problema na tubulação da Petrobras teria sido causado pelas chuvas que atingiram o Estado na última semana. A situação tem afetado estabelecimentos em regiões como Grande Florianópolis e Vale do Itajaí.

O presidente da Agricopel, Paulo Chiodini, afirma que houve um impacto no abastecimento devido aos danos na tubulação e a interdição de estradas, mas frisa que na região, não deve haver falta de produto, com o abastecimento já retornando ao normal.

Segundo o Sindicato de Comércio Varejista de Combustíveis Minerais de Florianópolis (Sindópolis), a situação afeta com mais frequência postos da chamada “bandeira branca”, sem um distribuidor específico, que têm menor capacidade de estoque.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Blumenau (Sinpeb), Júlio César Zimmermann, diz que o problema ocorre há uma semana e foi agravado pelas interdições em rodovias causadas pelos estragos das chuvas.

Sem a base de abastecimento em Itajaí funcionando, a saída passou a ser buscar combustível em Araucária, no Paraná. Outras opções, como Guaramirim e Canoas (RS), também estavam prejudicadas pelas interrupções nas rodovias que levam a essas cidades.

Com a liberação das rodovias, em especial a BR-376, que leva ao Paraná, a expectativa é de que haja menor dificuldade de acessar outros pontos de fornecimento. A entrega de combustível tem sido feita de forma intercalada em postos do Vale do Itajaí. O dirigente explica que a situação não foi exposta anteriormente para evitar uma corrida aos postos, o que poderia afetar ainda mais os estoques.

A Petrobras explicou em nota a situação:

Devido às fortes chuvas que caíram nos estados do Paraná e de Santa Catarina na última semana, a operação do duto que leva petróleo para a Repar foi temporariamente suspensa. Contudo, após as ações necessárias para garantir sua integridade e segurança, o duto voltou a operar no último sábado.

Com essa interrupção, foi necessário alterar o planejamento da produção na refinaria e adequar os volumes de diesel S10 entregues diariamente. Ainda assim os compromissos contratuais com os clientes continuam sendo atendidos. Para reforçar o suprimento da região, dois navios foram direcionados para Paranaguá. Uma embarcação descarregou o combustível no dia 3/12 e outra iniciou a descarga na manhã de ontem (7/12). Também foram ofertados volumes adicionais para retirada no estado de São Paulo.