Em meio à pandemia da Covid-19, o terminal portuário de Itapoá tem se juntado aos esforços de combate à doença. Uma das medidas foi a reforma de uma das alas do Hospital São José.

Para o município de Itapoá, empresa já encomendou dois respiradores a serem instalados da Unidade de Pronto Atendimento 24 Horas até o mês de outubro. Ampliação da unidade também está em fase de projeto para serem implantadas ainda em 2020

Desde o início da pandemia, o Terminal buscou entender como o município de Itapoá, e a região como um todo, enfrentaria a pandemia em seu ápice e qual seria a condição de infraestrutura oferecida à população.

Pelo tamanho do município e, pelos próprios protocolos definidos pelas autoridades da área da saúde, observou-se que os hospitais regionais de Joinville concentrariam o maior número de atendimentos do Estado, incluindo praticamente a totalidade dos pacientes com origem de Itapoá.

Nesse sentido, houve um planejamento orientado para propiciar com segurança e infraestrutura adequada o primeiro atendimento em Itapoá e, em paralelo a ampliação da capacidade de atendimento nas unidades hospitalares de Joinville.

A partir deste cenário o Porto Itapoá se associou à iniciativa de empresários de Joinville, organizados na Acij (Associação Empresarial de Joinville), para apoiar financeiramente a ampliação de uma das alas do Hospital Municipal São José - que recebeu o nome Ala Porto Itapoá.

A instituição é referência em atendimento hospitalar pelo SUS na região que tem uma população estimada em 800 mil pessoas.

Este apoio ampliará a capacidade de atendimento do hospital para o ainda crescente número de casos de COVID-19, visando não comprometer o atendimento das demais enfermidades que necessitam de atendimento no local.

Em Itapoá, especificamente, o Terminal está trabalhando no projeto para adequação e ampliação da infraestrutura pré-hospitalar. O investimento, inicialmente estava direcionado em obras de adequação da área de transferência de pacientes (heliponto) de média e alta complexidade que necessitam de locomoção para unidades hospitalares de maior capacidade de atendimento médico.

Outra ação, iniciada em maio, foi a compra de dois respiradores artificiais que serão direcionados à UPA de Itapoá. A iniciativa foi realizada em parceria com a Acij e a Fiesc (Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina). A previsão é que esses equipamentos cheguem ao município em outubro.

“Consideramos de máxima relevância fazer parte desse esforço para que Itapoá supere essa pandemia com as vidas preservadas”, diz o presidente do Porto Itapoá, Cássio José Schreiner.

Nestes investimentos estão incluídos também as doações para a área da Saúde de Itapoá.

O Terminal já havia doado máscaras e EPIs para a população e para os profissionais de saúde do município, feito distribuição de álcool em gel e adquirido mais uma ambulância para atendimento de funcionários, terceiros e motoristas que acessam o Porto.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul