O Governo de Criciúma pretende tornar o Plano de Desenvolvimento Econômico (Pedem), elaborado em conjunto com o Sebrae, uma lei municipal.

O projeto, estabelecendo a intenção, já foi encaminhado para a Câmara de Vereadores e será discutido na sessão desta segunda-feira (24), que contará também com a presença de representantes da Diretoria de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação do Município e da consultora do Sebrae, Claudia Bittencourt.

Na oportunidade, eles vão reforçar aos vereadores a importância dessa iniciativa.

"O Pedem é um documento construído com o apoio de empresários, moradores e diversas instituições, que contém as oportunidades, desafios e vantagens da nossa cidade e também funciona como um guia para o nosso crescimento. Por isso, queremos torná-lo um legado para Criciúma", declarou o diretor de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação, Aldinei Potelecki.

Uma versão impressa do Pedem, reunindo anseios dos seis principais eixos do município: cerâmica, moda, comércio, tecnologia, construção civil e educação, já foi entregue e apresentada para cada vereador na última semana pela Prefeitura de Criciúma.