Pesquisa da CDL Jaraguá indica crescimento de vendas de junho

Foto: Eduardo Montecino/Arquivo OCP Foto: Eduardo Montecino/Arquivo OCP

Economia

Por: OCP News Jaraguá do Sul

segunda-feira, 05:11 - 20/06/2016

OCP News Jaraguá do Sul
As semanas que antecederam o Dia dos Namorados foram positivas para grande parte dos comerciantes de Jaraguá do Sul. É o que indica uma pesquisa realizada pela CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) do município tendo como base os resultados obtidos no intervalo entre 1 e 12 de junho. Conforme o estudo, 59% dos associados da entidade venderam mais no comparativo com o mesmo período de 2015. No intuito de alavancar os negócios nas semanas anteriores ao Dia dos Namorados, a CDL promoveu duas edições do Sábado Legal, iniciativa que estimula a abertura das lojas jaraguaenses até às 17h. Na véspera da data, 56% dos lojistas afirmaram ter comercializado mais do que em 2015. Neste ano, entre as ações da CDL para incentivar a movimentação no comércio local estava a campanha ‘Amar combina com presentear’. Ela contou com uma intervenção especial nos principais semáforos do Centro e dos bairros Barra do Rio Cerro, Jaraguá Esquerdo, Baependi, Nova Brasília, Ilha da Figueira, Rau, João Pessoa e Amizade. Na iniciativa, os casais apaixonados que demonstraram sua paixão através de um beijo ganharam uma maçã do amor. PESQUISA • Vendas no primeiro Sábado Legal de junho 2016 comparado ao Sábado Legal de junho 2015 • 41% dos associados venderam mais • 44% dos associados venderam menos • 15% não tinham comparativo   • Vendas no segundo Sábado Legal de junho de 2016 comparado ao Sábado Legal de junho 2015 • 56% dos associados venderam mais • 31% dos associados venderam menos • 13% não tinham comparativo   • Vendas no segundo Sábado Legal de junho comparado ao primeiro Sábado Legal junho de 2016 • 67% dos associados venderam mais • 26% dos associados venderam menos • 7% não tinham comparativo   • Vendas de 1 a 12 de junho comparado ao mesmo período de 2015 • 59% dos associados venderam mais • 34% dos associados venderam menos • 7% não tinham comparativo  Fonte: Entrelinhas Assessoria em Comunicação
×