A Associação Empresarial de Jaraguá do Sul (Acijs) começa esta semana uma pesquisa para conhecer as demandas da região em energia elétrica. O levantamento vai envolver empresas associadas ou não, e consumidores em geral, visando identificar quais as principais necessidades e a partir destes dados encaminhar os pleitos ao Governo do Estado e à Celesc.

O presidente da entidade, Anselmo Ramos, destaca que o objetivo da pesquisa é apurar como as empresas estão projetando seus investimentos para os próximos 5 anos e com isto identificar de maneira mais assertiva quais os principais gargalos que elas podem enfrentar para o aumento da produtividade num cenário de economia estável do País. “Conforme mostram os indicadores, há expectativas de retomada do crescimento econômico e isto exigirá ações rápidas no sentido de atender estas demandas”, assinala.

O empresário lembra que o atendimento a demandas por ampliações na produção e distribuição é um pleito antigo da classe empresarial, citando que os investimentos públicos não têm acompanhado o crescimento populacional e a expansão industrial dos municípios do Vale do Itapocu.

Há estudos da própria Celesc que apontam a necessidade de se investir num período de 5 anos (2018-2023) na construção de 3 novas subestações para atender as regiões de Schroeder, Guaramirim e Jaraguá, e a instalação de 3 novos transformadores, além da melhoria de um já existente.

“O consumo de energia elétrica tem aumentado não só pelo aumento populacional, como também pela produção industrial, e estes investimentos são importantes para garantir uma maior capacidade de fornecimento e incrementar a qualidade da energia que é ofertada”, completa Anselmo Ramos. Para ele, é imprescindível que as empresas e consumidores de maneira geral participem ativamente e respondam a pesquisa que será encaminhada nos próximos dias.

Quer receber as notícias no WhatsApp?