A equipe econômica do ministério da Economia divulgou nesta terça-feira (28/04) o número dos pedidos de seguro-desemprego do mês de março e da primeira quinzena de abril.

Segundo a pasta, foram 536.845 pedidos do benefício em março deste ano, com leve queda na comparação com o mesmo período do ano passado, que registrou 556.226 pedidos.

A queda na quantidade foi registrada também na primeira quinzena de abril. São 267.693 contra 303.509.

No entanto, o secretário de Previdência, Bruno Bianco, ressalta que a tendência é ultrapassar a quantidade registrada em março e na primeira quinzena de abril de 2019.

Em março, a pasta anuciara que pagaria uma parcela do seguro desemprego a trabalhadores que tivessem o salário e a jornada reduzidos pelas empresas.

Os critérios específicos para o adiantamento do seguro-desemprego foram receber até dois salários mínimos e ter a redução de salário e jornada, que pode ser de até 50%. Esse grupo poderá receber 25% do valor do benefício.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul