A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) autorizou na segunda-feira (4), o reajuste do pedágio da BR-101, no trecho entre Curitiba e Florianópolis.

O valor passará de R$ 2,70 para R$ 3,90, um aumento de 44,44%. A tarifa vale para a categoria um de veículos (carros de passeio) e será praticada nas praças de pedágio P1, em São José dos Pinhais; P2, em Garuva; P3, em Araquari; P4, em Porto Belo;, e P5, em Palhoça.

A alteração tarifária ocorre por causa da recomposição do equilíbrio econômico-financeiro do contrato de concessão, onde obras foram necessárias e não estavam previstas no PER (Programa de Exploração da Rodovia).

No caso, foram feitas adequações nas obras do contorno viário de Florianópolis e uma terceira faixa foi incluída no trecho Palhoça-Biguaçu, também em Santa Catarina.

As novas tarifas entram em vigor a partir do próximo sábado (8).

Revisões e reajustes

A ANTT, por força de lei, realiza anualmente o reajuste e a revisão das tarifas de pedágio das rodovias federais concedidas.

Essas alterações tarifárias são aplicadas no aniversário do início da cobrança de pedágio. Neste ano, o reajuste foi de 4,19%.

As alterações de tarifa da Concessionária são calculadas a partir da combinação de dois itens previstos em contrato:

Reajuste: tem por intuito a correção monetária dos valores da tarifa e leva em consideração a variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Acontece uma vez ao ano, sempre no aniversário do início da cobrança de pedágio.

Revisão: visa recompor o equilíbrio econômico-financeiro celebrado no contrato de concessão.

 

Com informações da assessoria de imprensa

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul