Parcela do 13º salário dos servidores públicos será paga em 15 de dezembro

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Por: Pedro Leal

28/11/2023 - 10:11 - Atualizada em: 28/11/2023 - 10:16

A data de pagamento da segunda parcela do 13º salário dos servidores públicos de Santa Catarina foi anunciada nesta terça-feira, 28, pelo governador Jorginho Mello. O depósito dos 50% restantes (com desconto de encargos) será realizado no dia 15 de dezembro. A folha de dezembro também será antecipada para o dia 22 do próximo mês. Somados os pagamentos do 13º com as folhas de novembro e dezembro, serão injetados quase R$ 2,6 bilhões em menos de um mês na economia catarinense.

“Tivemos um início de ano muito difícil, mas estamos trabalhando para garantir o crescimento econômico e manter nossas contas em dia. Com muita transparência e responsabilidade, vamos poder valorizar os servidores estaduais após mais um ano de dedicação ao Estado. A antecipação da folha de dezembro e o pagamento do 13º serão muito bem-vindos para quase 172 mil famílias e toda a economia catarinense”, disse o governador.

Segundo os cálculos da Secretaria de Estado da Fazenda, o pagamento da folha de novembro no próximo dia 30 representa R$ 1,08 bilhão. Já o pagamento da folha seguinte, antecipado para o dia 22 de dezembro, soma R$ 1,09 bilhão. O depósito remanescente do 13º salário concentra outros R$ 403 milhões, totalizando aproximadamente R$ 2,6 bilhões em menos de 30 dias.

Os valores contemplam os servidores ativos e inativos do Poder Executivo – incluindo as fundações e autarquias estaduais – e pensionistas pagos pelo Iprev, num total de 171.535 funcionários públicos. Não entram na conta as folhas de pagamento das empresas estatais: Casan, Celesc e Badesc.

O secretário de Estado da Fazenda, Cleverson Siewert lembra que a primeira parcela do 13º foi antecipada em julho, o que foi possível com a implementação de medidas voltadas ao equilíbrio das contas. Da mesma forma, aponta Siewert, a antecipação do pagamento da folha de dezembro também é resultado da gestão criteriosa dos recursos públicos e da implementação das medidas definidas no Plano de Ajuste Fiscal de Santa Catarina, o Pafisc.

“Com as ações adotadas para garantir o equilíbrio das contas e manter a equação entre receitas e despesas sob controle, Santa Catarina continua cumprindo suas obrigações em dia. Os pagamentos planejados para o funcionalismo terão um efeito muito positivo sobre a economia e, indiretamente, vão se refletir no caixa estadual neste fim de ano”, avaliou o secretário.