Em carta enviada ao OCP, o Sinsep (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Jaraguá do Sul e Região) fez um contraponto a matéria "Jaraguá do Sul é a 3ª cidade onde o cidadão mais paga por funcionários públicos, diz pesquisa", feita a partir de pesquisa do Observatório Social de Brusque.

Primeiramente, o Sinsep ressaltou que pagamento de servidor não é custo, mas investimento em benefício da população.

“Em nossa opinião, faltou discorrer sobre o que significa o investimento de R$ 169 ao mês, por habitante, para pagar o funcionalismo público municipal. Com este recurso, a população está, ao mesmo tempo, investindo em Centros de Educação Infantil (CEIs) e em escolas com ensino de alta qualidade, também no atendimento à Saúde, Assistência Social, na realização de obras, e assim por diante”, disse a nota.

O Sindicato ressaltou que uma consulta particular com médico ou as mensalidades de creches e escolas, serviços oferecidos gratuitamente, por exemplo, são valores muito mais elevados do que o investimento para garantir um serviço público de qualidade – exatamente o que faz Jaraguá do Sul contar com índices de destaque.

O Sinsep ainda pontuou que as perdas salariais da categoria chegam a 7,36%, mesmo com os 2,07% de reajuste concedidos.

“Em momento algum a reportagem informa que o salário do prefeito de Jaraguá do Sul é um dos maiores do Brasil, assim como o do primeiro escalão da administração municipal, cujos vencimentos toda a população também ajuda a pagar”, finalizou o sindicato dos servidores.

Leia mais https://ocponline.com.br/numeros-mostram-incremento-de-icms-a-municipios-da-microrregiao/ https://ocponline.com.br/ocp-nos-bairros-historia-e-progresso-se-misturam-na-vila-lalau/