Mutirão de Microcrédito da Prefeitura de Criciúma libera R$ 750 mil para MEIs

Foto: Divulgação/PMC

Por: OCP News Criciúma

27/02/2024 - 14:02 - Atualizada em: 27/02/2024 - 14:29

Para auxiliar os micro e pequenos empresários criciumenses, a Administração Municipal, por meio da Secretaria Municipal da Fazenda, através da Diretoria de Desenvolvimento Econômico e da Casa do Empreendedor, lançou nesta segunda-feira (26) o Mutirão de Microcrédito. A ação integra o programa Mão na Roda, realizado pela prefeitura, em parceria com a Credisol Microcrédito do Brasil, e disponibilizará cerca de R$ 750 mil em crédito para Microempreendedores Individuais (MEIs) cadastrados no município de Criciúma.

“A cidade está prosperando e o governo municipal contribui criando oportunidades para os empreendedores, que são os responsáveis por construir o Brasil que dá certo. O Mão na Roda é uma grande iniciativa, que atende centenas de pequenos negócios. Temos 650 motivos para comemorar, que é o número de empregos diretos mantidos por meio desse programa”, ressaltou o prefeito Clésio Salvaro.

O programa Mão na Roda foi criado para fomentar micro e pequenos negócios. Durante o Mutirão de Microcrédito, que inicia na próxima sexta-feira (1º), serão disponibilizados 150 termos de fomento para os MEIs registrados em Criciúma, dobrando a quantidade liberada mensalmente pelo programa. O crédito disponível corresponde ao valor para o mês de março e mais o saldo dos meses anteriores.

Na solenidade desta segunda-feira, o diretor de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Criciúma, Aldinei Potelecki, fez um balanço e apresentou os resultados atingidos em dez meses de implantação da linha de crédito. “Desde a criação do programa, em maio de 2023, mais de 600 microempreendedores tiveram acesso ao financiamento, sendo quase R$ 3 milhões em recursos liberados”, destacou.

Oportunidade de trocar experiências e cooperação técnica com a Ampe

Na solenidade, também foi assinado um termo de cooperação técnica entre a Prefeitura de Criciúma e a Associação de Micro e Pequenas Empresas da Região (Ampe). “São os micro e pequenos empreendedores que movimentam o cenário econômico do município. A parceria com o governo municipal, e programas como o Mão na Roda, fazem a diferença tanto para quem já empreende quanto para quem sonha em montar sua atividade”, disse a presidente da Ampe, Adriana Marquezini.

O público pôde, ainda, trocar ideias e conhecer mais sobre a trajetória do empresário criciumense Anselmo Freitas. Freitas, que atuou como engraxate e vendedor de picolés, é proprietário de empresas dos setores plástico, financeiro e imobiliário. “Depois de anos em uma grande empresa do setor cerâmico, decidi que era hora de mudar. Levou um tempo, até investir no meu negócio, e hoje digo para vocês que um dos grandes desafios é obter crédito. O Mão na Roda é uma grande oportunidade para quem está começando”, pontuou.

Linha de crédito subsidiada

O programa Mão na Roda foi lançado em maio de 2023 pelo Governo de Criciúma, em parceria com a Credisol Microcrédito do Brasil. O programa Juro Zero prevê valores de até R$ 5 mil, com sete parcelas pagas em dia pelo microempreendedor e a última parcela, que corresponde aos juros, é quitada pelo Governo do Estado de Santa Catarina. O programa Mão na Roda amplia o benefício. O Governo de Criciúma assume a sétima prestação e o Governo do Estado paga a oitava para o microempreendedor que quitar seis parcelas em dia.

Para ter acesso à linha de crédito de até R$ 5 mil do programa Mão na Roda, é necessário ser MEI registrado em Criciúma e solicitar o Termo de Encaminhamento na Casa do Empreendedor, localizada no piso superior do Paço Municipal Marcos Rovaris.