No litoral norte do Estado do Rio de Janeiro, a plataforma Polvo-A e o FPSO (Floating, Production, Storage and Offloading) Bravo, ambas da PetroRio, realizaram um tieback (interligação), formando um cluster privado para extração e armazenagem de milhares de barris de óleo por dia.

A PetroRio adquiriu no final de 2021 quatro motores WEG, mantendo a intercambialidade com as instalações existentes a bordo. O objetivo é proporcionar o aumento da eficiência operacional, ampliando o escoamento da produção e garantindo eficiência energética na operação.

Esse fornecimento foi produzido e entregue em tempo recorde devido à urgência do cliente, fazendo parte da operação offshore da maior companhia independente de Óleo e Gás do Brasil. É mais um importante passo para a nacionalização dos equipamentos fornecidos para o segmento Óleo e Gás no mercado nacional.

Ao todo foram entregues quatro motores para área classificada, sendo três equipamentos com potência de 1300cv 4160V responsáveis pela transferência do óleo e gás da plataforma Polvo-A e outro de 500cv 460V, utilizado em um skid de compressão de gás no FPSO Bravo, que anteriormente usava óleo diesel para geração de energia elétrica. Esse sistema proporcionou uma redução no consumo de 60 mil litros por dia de diesel, equivalente ao abastecimento do tanque de 1.100 carros. Além de um positivo impacto ambiental, com a redução na emissão mensal de CO2 (dióxido de carbono) correspondente ao plantio de 30 mil árvores.

A PetroRio, especializada na gestão eficiente de reservatórios e no redesenvolvimento de campos maduros, vem revitalizando os equipamentos e tornando seus processos mais eficientes e seguros, contribuindo para a extensão da vida útil dos campos em alto mar. A expertise WEG e o know-how da engenharia de aplicação para o segmento de Óleo e Gás, garantem a agilidade no atendimento e lead time competitivo, com equipamentos de qualidade e segurança.