Foto Divulgação/Malwee
Foto Divulgação/Malwee

O grupo Malwee, mais uma vez, saiu na frente quando o assunto é meio ambiente. A marca lançou o selo "Moda do Bem", que irá sinalizar as peças produzidas com iniciativas sustentáveis, como redução do uso de água e aplicação de matérias-primas orgânicas e biodegradáveis.

A ação será lançada em dezembro, com uma coleção cápsula. Uma das malhas usadas, por exemplo, contará com 88% de poliéster reciclado, proveniente de embalagens plásticas.

Dessa forma, o grupo já teria retirado mais de 30 milhões de garrafas do meio ambiente.

O jeans utiliza processos industriais com redução de até 93% no consumo de água. As etiquetas das peças serão de tecido reciclado e as embalagens feitas de plástico 100% reciclado.

Também usa algodão desfibrado em parte das peças, produzido a partir da reciclagem de resíduos de malhas, e tem processos de tingimento que permitem economizar até 98% do volume de água, como no caso do tingimento das cores neon.

A empresa, que tem 50 anos e é presidida desde 2007 por Guilherme Weege, da família fundadora, tem 330 lojas e vende para outras 25.000 lojas multimarcas no Brasil. A Malwee faturou R4 1 bilhão no ano passado, 7% a mais que no ano anterior.

 

Com informações da Revista Exame

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger