Pessoas físicas e empresas podem doar, até 1º de outubro, material de combate à covid-19. O Ministério da Economia reabriu edital para receber equipamentos como como máscaras, luvas, álcool em gel e termômetros.

A pasta também reabriu chamamento público para a doação de computadores e tablets para que servidores públicos continuem a trabalhar de casa durante a pandemia provocada pelo novo coronavírus.

Segundo o Ministério da Economia, o governo federal arrecadou, até agora, o equivalente a R$ 30,3 milhões nos dois editais: de doações para auxiliar no combate à pandemia e de equipamentos para a manutenção de serviços públicos.

Abertos pela primeira vez em março, no início da pandemia de covid-19, os editais foram reabertos de maio até o fim de junho. Na última quarta-feira (26), a pasta abriu novamente os editais para recebimento de material.

As doações poderão ser entregues em qualquer localidade do país. Qualquer pessoa física ou jurídica, nacional ou estrangeira em situação regular no país, poderá se habilitar para a doação, mediante inscrição via internet.

Os interessados em fazer as doações podem apresentar protocolo eletrônico ou petição eletrônica na página do Ministério da Economia. Quem quiser pode se inscrever por e-mail, no endereço doacoes@economia.gov.br. O prazo para doação acaba às 18h de 1º de outubro.

As doações de material de saúde devem seguir as especificações mínimas de segurança estabelecidas no edital. No caso do material para teletrabalho, poderão ser doados equipamentos novos ou usados, desde que atendam aos requisitos mínimos do chamamento público.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul