O Índice de Variação Geral de Preços de Blumenau (IVGP) registrou alta de 0,97% no primeiro mês de 2020, aponta o Departamento de Economia da Universidade Regional de Blumenau (Furb), responsável pelo levantamento. Apesar de ser considerado um aumento significativo, tendo em vista que a variação acumulada nos últimos 12 meses foi de +1,51%, o índice não deve seguir nesse ritmo ao longo do ano.

 

“O cenário do IVGP é diferenciado em janeiro porque temos alguns itens que sofrem reajuste no início do ano. Mas esses itens permanecem com o mesmo preço pelos próximos onze meses, como os planos de saúde e os serviços de educação”, explica o professor Jamis Piazza, responsável pelo estudo e atual pró-reitor de Administração da Furb.

 

Para calcular a variação de preços na cidade, a pesquisa avaliou 511 itens, organizados em 25 subgrupos. Em janeiro, nove subgrupos registraram alta, dez permaneceram estáveis e seis variaram negativamente. As maiores altas foram registradas nos subgrupos de autopeças (+9,83%), serviços de educação (+4,92%) e serviços domésticos (+4,11%). Por outro lado, houve baixas de destaque nos subgrupos dos produtos de limpeza (-0,83%), alimentos in-natura (-0,69%) e combustível (-0,68%).

Segundo Piazza, as expectativas para 2020 são otimistas, mesmo com os aumentos registrados em janeiro. “Em razão da fase de crescimento da própria economia e com uma inflação bem controlada, os números estão dentro da normalidade. Vejo que será um ano tranquilo, porque os aumentos estão ocorrendo, mas não são absurdos”, afirma.

Os dados do Índice de Variação Geral de Preços de Blumenau estão disponíveis aqui.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul