As vendas de veículos tiveram aumento de 2,23% em julho em Santa Catarina, em relação ao mês anterior. Durante o período, foram emplacadas no Estado 11.369 unidades, entre carros de passeio, utilitários leves, caminhões, ônibus e motos. O resultado acompanha o desempenho nacional do setor, que registrou crescimento de 3,09% em julho em todo o País. Os dados foram divulgados ontem (4) pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores de Santa Catarina (Fenabrave-SC). O avanço do setor automotivo catarinense foi puxado pelo segmento de carros de passeio e comerciais leves, que apresentou crescimento de 2,66% nas vendas de julho deste ano, frente a junho. No total, foram 8.427 veículos licenciados no sétimo mês do ano. Já o segmento de motos teve queda de 1,04% nas vendas no período. Na região Norte do Estado, o avanço foi contido, com aumento de 0,05% entre junho e julho, fechando a comercialização de 1.919 veículos. O resultado é o mais baixo do Estado, na análise por regiões. No acumulado do ano, a região soma quedas representativas, alcançando retração de 25,38% entre janeiro e julho. Em nota, o presidente da Fenabrave-SC, Ademir Antônio Saorin, destacou que “a melhora na expectativa dos consumidores e empresários, somada à proximidade de uma normalização política, impactou, positivamente, no mercado em julho”. Com isso, a estimativa é que o mercado continue a avançar e apresente melhora nos volumes de vendas no segundo semestre, ressalta Saorin. Entretanto, mesmo que o cenário mude, a projeção é que o setor feche o ano com queda de 16,14% nas vendas, frente ao ano passado. pagina 9 Mercado dá sinais de melhora na região Em Jaraguá do Sul, as vendas do setor automotivo tem se mantido em uma média semelhante nos últimos meses. Segundo dados de mercado, em julho deste ano foram comercializados 191 veículos nas concessionárias do município, enquanto em junho foram vendidos 200 veículos e em maio, 208. O resultado é um leve crescimento de 0,11% na frota de Jaraguá do Sul em julho, segundo dados do Detran (Departamento Estadual de Trânsito) de Santa Catarina. O índice representa um acréscimo de 133 veículos na frota do município, pouco menos da metade do crescimento registrado no mesmo mês do ano passado, quando 229 veículos foram somados. No acumulado do ano, entretanto, os números mostram um crescimento exponencialmente menor do que o registrado em 2015. De janeiro a julho, 984 veículos foram acrescidos à frota do município, um crescimento de 0,88%. O número representa uma queda de mais de um ponto percentual na comparação com os sete primeiros meses do ano passado, quando a frota cresceu 1,91% e ganhou 2.067 veículos.