O Marketing Digital se desenvolveu muito ao longo das últimas décadas, especialmente diante do avanço de canais online, tais como sites, blogs e redes sociais. Por meio dele, é possível divulgar produtos, conquistar clientes e consolidar a marca da empresa no mercado.

Nesse cenário de pandemia, em que vários setores do mercado sofrem com o impacto causado por medidas de distanciamento social, é justamente o Marketing Digital que surge como “o remédio” para vários gestores, tanto de pequenas quanto das grandes empresas.

Entretanto, é provável também que no período pós pandemia o Marketing Digital ganhe mais força, mostrando que a digitalização é o caminho mais seguro para qualquer negócio. Para saber mais sobre o tema, esse artigo vai abordar os seguintes tópicos:

  • Visão geral pandemia 2020
  • O que afeta no marketing digital
  • Marketing Digital em tempos de quarentena
  • Ferramentas e estratégias cada vez mais digitais
  • Foco cada vez maior no bom atendimento ao cliente
  • Expectativas dos profissionais/mercado para o Marketing Digital Pós Pandemia
  • Marketing Digital pós Pandemia - A era do Home Office e Anywhere Office
  • As profissões do futuro

Visão geral pandemia 2020

Não é exagero afirmar que o ano de 2020 terminou em fevereiro. O avanço rápido do Covid-19 pegou o mercado de surpresa e vários planos tiveram que ser interrompidos, projetos cancelados e, o pior, ocorreram várias demissões.

A pandemia foi um golpe muito forte especialmente para os pequenos negócios. Sendo assim, pequenas lojas, restaurantes e outros segmentos se esforçam para se manter em pé.

Até mesmo quem tinha a intenção de investir em um negócio próprio já pensa duas vezes antes de se arriscar nesse cenário de incertezas. Em um contexto geral, o Coronavírus está afetando:

O setor de turismo

É um dos segmentos mais prejudicados. Viagens são canceladas, há menor circulação de turistas e tanto hotéis quanto restaurantes e lojas que dependem do turismo estão sentindo os resultados drasticamente.

Exportação e Importação

Com menos consumo, as exportações e importações entre os países é afetada. Isso impacta no dia a dia de vários gestores que olham os seus empreendimentos serem afetados negativamente.

Setor da Cultura

Shows, teatros e cinemas sofrem com as consequências do Covid-19. Isso interfere diretamente na renda de artistas e de produtores culturais.

O que tudo isso afeta no Marketing Digital

Os prejuízos gerados pela pandemia afetam de forma marcante o Marketing Digital, o tornando como um importante aliado para os empreendedores superarem esse momento conturbado.

Se antes possuir um site e um domínio (aconselhamos você pode registrar seu domínio na hostinger) eram fundamentais para um negócio ter a credibilidade e o alcance necessário, no atual contexto esse detalhe é mais que essencial.

O fato é que diante da necessidade da digitalização de negócios, as empresas devem encarar os clientes como consumidores digitais. Por isso, agora mais do que nunca é importante saber quais plataformas a sua persona mais utiliza.

Marketing Digital em tempos de quarentena

Com uma boa quantidade de pessoas em casa, shopping centers fechados e escolas fechadas, é normal que as vendas apresentem um declínio. É nesse contexto, com mais tempo livre, que surge a oportunidade de investir em conteúdo relevante.

Desse modo, a sua marca estará constantemente ao lado do cliente em um período como esse. É nesse momento também que as empresas podem apostar ainda mais em e-books, canais no Youtube e podcasts, por exemplo.

Um exemplo prático disso pode ser uma loja voltada para artigos esportivos. O referido estabelecimento pode criar conteúdos educativos, dando dicas de exercícios físicos que podem ser praticados em casa.

Ferramentas e estratégias cada vez mais digitais

O Marketing Digital é bastante afetado pela pandemia ao apontar caminhos para as empresas interagirem com as suas respectivas personas.

Nesse contexto, é possível adotar estratégias e ferramentas cada vez mais importantes, que auxiliam na captação dos leads e proporcionam um atendimento de qualidade. Confira a seguir algumas delas!

E-mail Marketing

Se o seu público não pode sair de casa, o e-mail marketing aparece como um alternativa segmentada e eficiente que ajuda na divulgação dos seus produtos e na conversão de leads.

Lembre-se que o importante ao usar essa estratégia é poder contar com ferramentas apropriadas para isso. O Mailchimp e o E-goi são dois bons exemplos.

A importância de contar com ferramentas adequadas para a utilização do e-mail marketing reside no fato de que elas otimizam essa estratégia, organizando envios de mensagens, monitorando o engajamento e ordenando listas de contato.

Falando nisso, se você quer garantir uma campanha de e-mail marketing bem sucedida, evite a compra de listas. Qualidade não é quantidade, pois de nada adianta ter à disposição uma lista enorme de nomes, se a maioria deles não corresponder ao perfil do seu negócio.

Redes Sociais

É bem provável que na pandemia muitos dos seus clientes estarão frequentando assiduamente as redes sociais. Por isso, uma boa maneira de garantir a sua presença online é trabalhar a sua marca nelas.

Use o Instagram para criar conteúdo por meio do recurso Stories, mas não abandone também a sua página no Facebook. E falando em redes sociais, preste atenção em ferramentas que viabilizam o uso mais eficiente no Marketing Digital. Uma delas é o Buffer, que agenda conteúdos no Twitter, Facebook, LinkedIn e demais redes.

Há também a Buzzsumo que permite ao usuário saber quais os assuntos estão em alta no momento. Ela é eficiente para a criação de conteúdo relevante e adequado para o momento.

Transmissão ao vivo

Hoje em dia, a tecnologia streaming permite uma abordagem dinâmica de conteúdo. Imagine, por exemplo, uma empresa que atua no segmento de beleza e cria vídeos ao vivo, dando dicas de maquiagem e cuidado com o cabelo todos os dias e um horário determinado.

As lives estão muito populares na quarentena e podem afetar positivamente o Marketing Digital, pois atualmente é possível contar com várias ferramentas online que possibilitam essa ação.

O Zoom Meeting é uma delas, pois por meio desse software é possível criar salas de reuniões virtuais, com possibilidade de gravar os encontros. No modo webinar, o Zoom permite a presença de 10 mil espectadores. Já no modo reunião ele permite a presença de 500 participantes.

Marketplace

Como durante a pandemia as pessoas não podem ir ao shopping mais próximo, a solução pode ser visitar um shopping online. É mais ou menos assim que funciona um Marketplace, pois eles são ambientes virtuais que reúnem vários e-commerces.

Quem gerencia uma loja online tem muito a ganhar ao cadastrar o seu empreendimento em um Marketplace, pois o e-commerce ganha destaque, ainda mais se for um Marketplace conhecido no mercado.

Há também um maior fluxo de visitantes e, consequentemente, uma possibilidade maior de vendas, principalmente para pequenos lojistas e vendedores.

Em suma, o Marketplace se torna uma boa vitrine para a loja virtual, bem como apresenta uma excelente relação entre custo e benefício.

Utilização de chatbots

Durante o período de quarentena é necessário encontrar os melhores caminhos para você chegar até ao cliente, ou, em muitos casos, o cliente chegar até você. Não é por acaso que os chatbots aparecem como uma solução inteligente.

E o adjetivo “inteligente” aqui não está à toa, pois no atual contexto, em que a Inteligência Artificial exerce certo protagonismo, os chatbots otimizam o atendimento, especialmente quando o assunto são lojas virtuais.

Chatbots são softwares que respondem aquelas perguntas básicas que um cliente faz quando acessa um e-commerce ou um site. As vantagens deles são várias e uma das mais evidentes é o fato de que o seu negócio não vai deixar de atender um cliente que acessa o seu site a qualquer hora.

Os chatbots, na verdade, podem ser utilizados para diferentes funções, como, por exemplo, chatbot para vendas, para pesquisas, questionários, recomendações e sugestões.

Visto que a tendência para o período pós pandemia é o fortalecimento ainda mais do Marketing Digital, os chatbots representam uma forma de atendimento moderna, inteligente e, acima de tudo, eficiente.

A era do Delivery

Restaurantes e lanchonetes são apenas alguns dos exemplos de estabelecimentos que vão ter que investir ainda mais na entrega dos seus produtos. Para isso, é importante ficar por dentro dos aplicativos e ferramentas que possibilitam essa abordagem.

Foco cada vez maior no bom atendimento ao cliente

Que o cliente quer ser bem atendido não há dúvidas. “Servimos bem para servir sempre” é a frase que as empresas de sucesso conhecem muito bem.

Quando o assunto é atendimento de qualidade, é que se torna evidente o quanto conhecer o cliente é importante. Conheça a sua persona, os desejos e necessidades que ela possui, pois essa é a saída para não errar na estratégia de Marketing Digital.

Monitorar é preciso

É nesse contexto que os profissionais de marketing de todos os setores devem saber como e quando utilizar as ferramentas disponíveis. O Google Analytics é um exemplo clássico que facilita a mensuração das estratégias.

Tais softwares trazem informações precisas sobre tráfego, conteúdos que apresentam mais engajamento e tudo mais que você precisa fazer para obter sucesso nas suas ações de Marketing.

Experiência do Usuário

No Marketing Digital o atendimento bem feito significa proporcionar ao cliente uma experiência agradável de navegação em seu blog, site e aplicativos. O consumidor que se depara com páginas lentas e layout precário não se sente bem recebido.

É aí que se torna importante conhecer os princípios da UX, a famosa “Experiência do Usuário”. Graças a ela você sabe como criar sites e aplicativos com layout responsivo, capazes de aliar estética com boa usabilidade.

Atendimento omnichannel

Ainda que as ferramentas online sejam importantes para o Marketing Digital, é possível ouvir falar no atendimento omnichannel.

O termo omnichannel pode ser traduzido como “todos os canais”. O intuito dessa abordagem é o de unir as ferramentas online e as offline, facilitando ao máximo a interação com o consumidor.

Após a pandemia, será uma boa estratégia disponibilizar para os clientes mais alternativas de interação. E um exemplo prático do atendimento omnichannel pode ser integração entre a loja física, a virtual com opções para aplicativo e redes sociais. Graças a essa interação é possível que o cliente tenha mais canais à disposição para ser atendido.

3 - Expectativas dos profissionais e do mercado para o Marketing Digital Pós Pandemia

O Marketing Digital não era novidade antes da pandemia, mas após esse período de crise, ele vai se tornar uma necessidade. Isso vale não apenas no que diz respeito a estratégias de vendas e captação de leads, mas também no mercado profissional.

No período pós pandemia, é provável que muitos negócios terão passado por um processo de transformação digital. Por causa disso será necessário que os profissionais e empresas estejam adaptados a essa realidade.

Nesse caso, há a expectativa de que profissões sofram transformações, que novas profissões ganhem destaque e que os profissionais do futuro cada vez mais conheçam as ferramentas modernas.

A era do Home Office e Anywhere Office

O Home Office, também conhecido como Trabalho à Distância, já era conhecido por muitos profissionais e empresas no período pré-Covid-19. No entanto, não será surpresa se ele ganhar ainda mais força em vários segmentos depois dos meses de quarentena.

O avanço e as facilidades proporcionadas pela Cloud Computing propiciaram a popularização do Home Office. Hoje em dia basta utilizar o Google Drive e o Dropbox para manter os colaboradores trabalhando no conforto das suas casas.

É possível afirmar com isso que, ao adotar a prática do Home Office, muitas empresas irão encontrar uma série de vantagens e seguir para o Anywhere office, que é o conceito de trabalhar em qualquer lugar.

Redução de custos

Pelo fato de trabalhar em casa (ou remotamente de qualquer lugar), o colaborador e a empresa economizam com alguns recursos básicos, como, por exemplo, transporte, alimentação e consumo de energia.

Diante dessa redução de custos, é provável que o trabalho remoto se torne parte do cotidiano das empresas.

Produtividade

A possibilidade de trabalhar remotamente não significa que a produtividade é prejudicada. Pelo contrário, ferramentas como o Skype, o Teams Microsoft, entre outras, propiciam a realização de reuniões online, por exemplo.

Há também outros softwares bastante conhecidos que viabilizam o Home Office, como a Asana e o Wrike. Por meio deles é possível gerenciar equipes inteiras, compartilhar arquivos e enviar relatórios.

Melhora a reputação da marca

Transmitir para o cliente uma imagem consciente, adotando uma postura responsável diante da crise, faz parte de qualquer estratégia. Nesse caso, o trabalho remoto facilita isso, pois vai mostrar a preocupação da sua empresa com as medidas de isolamento social.

Isso é importante para melhorar a imagem da sua marca para os clientes, assim como é importante para os colaboradores saberem que atuam em um ambiente que valoriza a saúde.

Atrai mais talentos

Futuros profissionais que estão entrando no mercado sabem que o trabalho remoto é repleto de vantagens. Será normal que muitos desses profissionais talentosos procurem empresas que adotem esse regime de trabalho.

E quais serão as profissões do futuro?

Depois que os efeitos da pandemia passarem, a tendência é que as empresas adotem outra postura em relação ao processo de digitalização dos seus negócios.

Esse período conturbado, marcado pela quarentena, mostra que a transformação digital é necessária tanto para os grandes quanto para os pequenos negócios.

É pertinente lembrar que a transformação digital também altera de maneira significativa o mercado de trabalho. A prova disso é que novas demandas irão surgir, novos conhecimentos serão necessários, impulsionando o crescimento de novas profissões.

A tendência é que essas novas oportunidades estarão relacionadas com a tecnologia digital, que está cada vez mais relevante e presente no dia a dia das pessoas. Vamos ver algumas das profissões do futuro?

Perito em Edge Computing

Esse profissional tem o objetivo de criar e manter a segurança do ambiente de edge computing, também conhecimento computação no limite. A Edge Computing consiste no limite da rede de computação em nuvem, próximo da fonte de dados.

Para dominar essa área, o profissional deverá possuir um amplo conhecimento sobre processos digitais, bem como dominar conceitos de IoT, que é a tão famosa (e cada vez mais presente), Internet das Coisas.

Analista de Quantum Machine Learning

Esse profissional desenvolve soluções que visam melhorar o desempenho dos algoritmos, que são tão importantes para a atual tecnologia de Inteligência Artificial e Machine Learning.

O profissional que atuar nessa área deverá dominar conceitos de Machine Learning e Big Data.

Construtor de Realidade Aumentada

O objetivo desse profissional é projetar e gamificar ambientes que proporcionem para os clientes a experiência de estarem em um cenário de Realidade Aumentada.

A Realidade Aumentada pode ser muito bem utilizada em várias áreas, inclusive em vendas, sendo uma estratégia eficiente de Marketing Digital.

Por isso, é interessante que o Construtor de Realidade Aumentada domine técnicas de jogos digitais e tecnologia 3D, por exemplo.

O Marketing Digital no período pós Pandemia vai se fortalecer ainda mais

Há tempos o Marketing Digital já demonstra importância quando o assunto é empreendedorismo. Porém, no atual momento, em que os olhos da sociedade estão voltados para o Covid-19, ele se consolida como uma alternativa eficiente.

Portanto, profissionais e empresas que ainda aderiram a transformação digital, devem estar atentos para entrar de vez no futuro e se tornarem ainda mais competitivas.