Jaraguá do Sul tem 17.213 pessoas registradas como inadimplentes, segundo dados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). O dado está abaixo da média de Santa Catarina e representa 15% dos CPFs jaraguaenses - o estado tem 20,5% de inadimplentes.

O consumidor tem sido negativado com menos frequência, mas também tem saído menos do registro. O mês de junho viu o cancelamento de 1.763 registros negativos - cerca de 37% a menos do que em junho de 2017 - e a adição de 1.750 registros, quase 25% a menos do que o adicionado no mesmo mês de 2017.

Em sua maioria, o consumidor jaraguaense é adimplente, segundo dados revelados pela pesquisa de perfil do consumidor divulgada pela Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) em junho, embora tenham dificuldade em formar reservas.

Segundo dados da pesquisa, 48% dos jaraguaenses conseguem pagar suas contas com uma pequena sobra de seus rendimentos, enquanto 21% não consegue ter sobra alguma.

Outros 21% tem boas sobras - enquanto 11% tem dificuldades financeiras, aponta a pesquisa. São 7% dos consumidores que encontram dificuldades em pagar todas as suas contas em dia e 4% que admitem não conseguir pagar as contas.

Segundo o presidente da CDL de Jaraguá do Sul, Gabriel Seifert, não há um programa de recuperação de crédito, mas as ações neste sentido acontecem nos meses de outubro e novembro.

Inadimplência no Brasil cresceu 2,78%

Segundo os dados nacionais mais recentes do SPC Brasil e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), datados de maio, número de consumidores inadimplentes atingiu 63,29 milhões, com crescimento de 2,78% em relação ao mesmo período do ano passado.

O país tem trabalhado com várias medidas para reduzir  o endividamento, com reduções nas taxas de juros e as recentes regras novas para o cheque especial - possibilitando a renegociação de dívidas com a instituição financeira.

As principais dívidas são justamente com o setor financeiro, na forma de cartões de crédito, cheque especial e empréstimos, muitas vezes usados para custear outras dívidas.

Quer receber as notícias no WhatsApp?