Nesta terça-feira (3), a Souza Cruz anunciou o fechamento de sua unidade no Garcia, em Blumenau. A empresa empregava 71 funcionários, além de centenas de outras vagas temporárias durante a safra do tabaco. Segundo a companhia, a medida faz parte de uma "reestruturação do negócio, visando alcançar maior competitividade na operação".

A saída ocasionará impactos significativos na economia da cidade e região. Com o encerramento das atividades, Blumenau deve perder cerca de R$ 3 milhões na arrecadação de ICMS. Em 2018, a Souza Cruz foi a 13ª empresa que mais recolheu tributo na cidade.

Em comunicado oficial, a Souza Cruz afirmou que a compra de tabaco dos produtores da região será redistribuída para o novo posto de Timbó e outras unidades da companhia no Rio Grande do Sul e no Paraná. Já o processamento do tabaco passará a ocorrer nas plantas de Rio Negro (PR) e Santa Cruz do Sul (RS), que têm estrutura para suprir a demanda.

Cerca de 50% dos 71 profissionais que atuavam em Blumenau foram convidados para migrar para outras unidades. A companhia também anunciou que vai desativar o posto de compra localizado em Sombrio, no Sul do estado.

Quer receber as notícias no WhatsApp?