Liquidação de lojistas começa apostando em data ousada

Economia

Por: OCP News Jaraguá do Sul

quarta-feira, 01:21 - 10/02/2016

OCP News Jaraguá do Sul
Se as vendas sofreram retração por conta da instabilidade econômica, é hora de agir para conquistar a clientela. A promoção “Liquida Jaraguá” começou ontem e segue até domingo (13) no comércio jaraguaense, com a expectativa de desovar os estoques de verão oferecendo descontos convidativos, que variam de acordo com o segmento e produto ofertado. Ontem pela manhã, bastava circular pelo Calçadão da Marechal Deodoro da Fonseca para conferir a “competição” de cartazes que buscam seduzir os clientes. De acordo com o IBGE, a queda nas vendas do comércio varejista catarinense foi de 2,1% de janeiro a novembro de 2015 em comparação com o mesmo período de 2014. Natália Piotto, gerente de uma loja de calçados do Calçadão da Marechal Deodoro, abriu ontem o estabelecimento otimista ao oferecer todos os calçados da estação com desconto fixo de 50%. “Esta semana ainda temos movimento por causa do período de pagamento e esperamos vender legal”, declara, com um largo sorriso, atenta aos consumidores que entravam na loja. Natália lembra que os meses de outubro e novembro foram de muita chuva e que no Natal de 2015 as vendas foram menores que no ano anterior. “Ainda é calor e tem bastante mercadoria”, diz. A dona de casa Olanda Costa, 56 anos, decidiu presentear a neta Alannis, de 13 anos. “Ela já provou várias sandálias. Soube que tinha liquidação e pretendo comprar uns três calçados”, disse, enquanto aguardava a neta se decidir pelos pares. Em outra loja localizada no Calçadão, com tradição de mais de 25 anos no segmento do vestuário, a gerente Márcia Rosane Ferrari preparava tiras coloridas de papel para fixar em frente à loja, que exibia vestidos, blusas, saias e shorts com descontos de até 30%. “Estamos liquidando ‘modinha’ e moda verão infantil”, explica. Segmento fonográfico Lojista há 26 anos no ramo de instrumentos musicais, acessórios, CDs e DVDs, Paulo Luiz Schütz aderiu à campanha oferecendo descontos de 35% a 40%, que denominou de “Promoção Loucura”. Ele reconhece que o segmento fonográfico teve queda acentuada nos últimos anos, especialmente entre o público mais jovem, mas diz que seus produtos mantêm um público fiel. pagina 5a

Paulo Schütz acredita que instrumentos musicais e produtos do ramo fonográfico têm público fiel

“Muitos gostam do produto físico, valorizar a mídia original, a capa, o encarte, principalmente os colecionadores. Esse é o meu público hoje”, atesta o lojista. “Tem muita coisa descartável na mídia virtual”, complementa. O comerciante, que soma três lojas do segmento, revela que teve queda de 24% nas vendas do Natal do ano passado, e entende que liquidar significa “transformar em dinheiro o que se tem de estoque.” “Foi uma iniciativa ousada”, diz presidente da CDL O presidente da CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas) de Jaraguá do Sul, Marcelo Nasato, explica que este ano a entidade optou por escolher uma época atípica para o “Liquida Jaraguá”, o Carnaval, como alternativa para incrementar as vendas. “Provocar esse Liquida Jaraguá foi uma iniciativa ousada. Pensamos justamente nesta semana de Carnaval, em que muitos vêm visitar a família, ou ficam na cidade, para incrementar uma época que historicamente não é das melhores para as vendas”, declara Marcelo. “Não chegamos a mensurar como será o resultado dessa promoção, só saberemos na semana que vem”, observa. Marcelo Nasato lembra que no ano passado o “Liquida Jaraguá” teve duas edições, em março e em agosto, em que o comércio teve um incremento médio de 10% nas vendas.  
×