O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) condenou o jornalista Luis Nassif ao pagamento de R$20 mil de indenização ao empresário Luciano Hang. A decisão desta terça-feira, 17, determina a indenização por danos morais pela publicação de matéria “O que está por trás do terrorismo eleitoral do dono da Havan”, contendo informações falsas.

A publicação falsa foi feita pelo jornalista no site GGN em outubro de 2018 e também nas redes sociais.

Na ocasião, Nassif disse que Luciano era “sonegador”, que “ameaçava funcionários” que “com empréstimos milionários tomados do BNDES e condenação na Justiça por sonegação fiscal e outras irregularidades – inclusive com dívida milionária negociada no Refis para ser paga em mais de 100 anos – Hang teria percebido o tamanho da bolha que criou e se prepara para fechar as portas e aplicar um golpe milionário, inclusive nos funcionários”.

As informações foram desmentidas por ofícios da Receita Federal e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), como destacado pelo TJSP, que considerou "graves e ofensivas" as acusações realizadas por Nassif.

Assim como em outras ações ganhas por Luciano Hang, os recursos oriundos também desta indenização serão doados para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE). Neste caso, de São Paulo (SP), onde Luis Nassif reside.