A Tupy conquistou o maior EBITDA – em português: Lucros Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização (LAJIDA) – de sua história, alcançando R$ 188,7 milhões.

A Empresa também aumentou seu caixa operacional em 105% em relação ao segundo trimestre. A receita de R$ 1.339,1 milhões cresceu 1,8% em relação ao 3T18.

Os números se devem, segundo a empresa, para a participação cada vez maior de produtos com maior valor agregado, como os produtos usinados e desenvolvidos em novas ligas CGI, que representaram respectivamente 26% e 22% do volume produzido.

A Companhia teve crescimentos de 11,7% da receita em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com a empresa, o crescimento é por conta das aplicações para veículos comerciais e segmento de Hidráulica, que apresentaram aumentos de 32,6% e 15,4%, respectivamente.

Geração de caixa e aumento de margens

A geração de caixa operacional atingiu R$ 155,3 milhões, aumento de 105% na comparação com o segundo trimestre de 2019.

“O crescimento das margens é decorrente de inúmeras ações desenvolvidas para aumentar a eficiência operacional da companhia e implementadas pela nova estrutura organizacional”, explica Fernando de Rizzo, Presidente da Tupy.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger